Campos se divide entre governo e campanha em PE

Candidato à reeleição dá início à sua campanha com caminhada em bairro da periferia de Recife

Agência Estado |

Candidato à reeleição sem deixar o cargo, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB) deu início hoje à sua campanha de rua com caminhada na comunidade Ilha de Deus, no bairro de Afogados, em Recife, exatamente às 7h. Ali, mesmo local onde ele começou sua campanha de 2006 e prometeu alterar o quadro de miséria do local, conversou com eleitores e posou para fotos, em clima de total receptividade, antes de se dirigir ao Palácio do Governo.

AE
Eduardo Campos (PSB) visita a comunidade da Ilha de Deus, na Imbiribeira, no Recife (PE)
Daqui para a frente, segundo ele, "a pisada vai ser essa", com os atos de campanha agendados para antes das 8h e depois das 18h. Ontem à noite, ele prestigiou a inauguração do comitê da sua mãe, deputada federal Ana Arraes (PSB), que busca um novo mandato na Câmara.

Comunidade pobre, carente de serviços públicos e que só tinha acesso por uma passarela de madeira, a Ilha de Deus ganhou uma ponte de concreto que permite a passagem de carros e foi alvo de intervenções - em parceria com a prefeitura - a exemplo de drenagem, pavimentação e esgotamento.

Acompanhado da equipe responsável pela propaganda eleitoral da televisão e dos candidatos ao Senado, o ex-ministro Humberto Costa (PT) e o deputado federal Armando Monteiro Neto (PTB), Eduardo afirmou, referindo-se à sua gestão e no mote da campanha: "começou um tempo em que os que sempre perderam começaram a ganhar, e vão ganhar muito mais".

Com governo bem avaliado e aliado do presidente Lula, o governador é favorito na disputa que irá travar com outros seis candidatos - o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB), Sérgio Xavier (PV), Edilson Silva (PSOL), Anselmo Campelo (PRTB), Jair Pedro (PSTU) e Roberto Numeriano (PCB).

    Leia tudo sobre: eleiçõespernambucoeduardo campos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG