Campanha de Lago muda de característica

O que antes era uma tentativa de reaver mandato popular, agora será focado no comparativo entre duas gestões

Wilson Lima, iG Maranhão |

Apesar de estar apenas no início, a campanha de Jackson Lago (PDT) rumo ao Palácio dos Leões, no Maranhão,  já deve mudar de estratégia. Até o momento, o pedetista tem focado seu discurso em uma espécie de "vingança popular" contra a cassação de seu mandato em abril de 2009. Agora, a coordenação de campanha deve focar o tom com base no comparativo direto entre os dois anos e meio de governo Jackson Lago e o ano e meio de governo Roseana Sarney (PMDB).

Nas caminhadas pelo interior do Estado, nas reuniões com lideranças e outros eventos públicos, Lago tem afirmado que seu mandato foi "usurpado por forças exteriores ", em referência clara à família Sarney. Em todas as reuniões e eventos públicos, o ex-governador tem classificado de "golpe" a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do ano passado. "Tem gente no interior que nem acreditava que eu iria ser candidato", revelou o pedetista.

Mas a partir do início do horário eleitoral na televisão, a coordenação de campanha do ex-governador pretende mudar esse discurso. Os pedetistas querem mostrar gargalos maranhenses que, na visão deles, estariam em vias de ser resolvidos durante o governo Jackson Lago. "A ideia é mostrar que o Estado piorou com o governo Roseana", confirmou Lago ao IG .

Um dos assuntos que deve ser tratado pela campanha de Lago é  a construção de hospitais no interior do Estado.Ele afirma que tem condições de construir cinco unidades de grande porte até o final do mandato. Antes de ser cassado, Jackson Lago deixou uma pronta. Roseana, em contrapartida, lançou um programa de construção de 72 hospitais assim que assumiu o governo. Um foi entregue até o momento.

Nessa nova fase da campanha, Lago também abordará questões relacionadas à educação e pretende comparar números como o "Índice de Desenvolvimento da Educação Básica" (Ideb) ou do "Exame Nacional do Ensino Médio" (Enem) entre a sua gestão e a de  Roseana Sarney. Além da comparação, Lago deve propor o PAI, Programa de Ação Imediata, uma espécie de força-tarefa contra problemas do Estado na área de infra-estrutura, saúde e educação.

    Leia tudo sobre: eleições majackson lagoroseana sarney

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG