Campanha de Antônio Anastasia tem material vetado pelo TRE

Coligação do candidato Hélio Costa solicitou liminares contra veiculação de propagandas do tucano no rádio e na TV

Eduardo Ferrari, iG Minas Gerais |

Em menos de uma semana, desde que começou o horário eleitoral gratuito no rádio e na TV, o candidato à reeleição e governador Antônio Anastasia (PSDB) teve três decisões do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) contra ações de propaganda política consideradas irregulares. As sentenças do tribunal determinam correções em inserções de rádio da Coligação Somos Minas Gerais – que inclui, além de Anastasia, os candidatos ao Senado, o ex-governador Aécio Neves (PSDB) e o ex-presidente Itamar Franco (PPS), ambos líderes nas pesquisas de intenção de votos para o cargo – e que seja suspensa a distribuição de adesivos do candidato tucano, por não conterem os nomes dos candidatos a vice-governador e a suplente de Senador, conforme determina a legislação em vigor.

A representação contra os adesivos irregulares foi apresentada pela Coligação Todos Juntos Por Minas, do candidato ao Governo de Minas e líder nas pesquisas de intenção de votos, Hélio Costa (PMDB), e do candidato ao Senado, Fernando Pimentel (PT). O TRE-MG também determinou a busca e apreensão do material.

Antes, o tribunal eleitoral havia concedido liminar para a coligação de Hélio Costa, que determinava que as emissoras de televisão não transmitissem novamente inserções da coligação de Anastasia porque a propaganda do governador “poderia ter se valido, na inserção, de computação gráfica e efeitos especiais, quanto à movimentação de fotografias, apresentação de fotos com efeito de profundidade, oscilação da bandeira do Estado de Minas Gerais, além de animação com aviões” - o que é proibido pela legislação eleitoral. Posteriormente, o TRE-MG abrandou a pena, determinando apenas que a coligação Somos Minas Gerais “regularizasse” suas inserções veiculadas dentro do Horário Eleitoral Gratuito.

    Leia tudo sobre: Eleições MG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG