A Comissão de Fiscalização e Controle aprovou convite aos estrategistas eleitorais para prestar esclarecimentos

A Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira convite para que os marqueteiros norte-americanos que fizeram a campanha de Internet do presidente Barack Obama prestem esclarecimentos sobre o contrato de serviço com a campanha da pré-candidata Dilma Rousseff (PT).

Os estrategistas eleitorais Ben Self e Scott Goldstein foram contratados pelo PT como consultores da campanha online de Dilma Rousseff. Como se trata de um convite, eles não são obrigados a depor.

A iniciativa partiu do PSDB, interessado em apurar como os dois profissionais são remunerados pela legenda.

A motivação veio de uma reportagem da revista Veja, segundo a qual o empresário Benedito de Oliveira Neto teria custeado a viagem dos dois ao Brasil para negociar o contrato com o PT.

Neto, cuja empresa presta serviços ao governo federal, não tem cargo nem função na campanha. O objetivo é apurar se há alguma triangulação entre o empresário, o governo e um eventual financiamento irregular à campanha petista. Oliveira Neto não foi encontrado em seus telefones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.