Câmara Municipal de SP dá título de cidadã paulistana a Dilma

A homenagem foi dada à petista, nascida em Belo Horizonte (MG), por "serviços prestados" por ela ao município de São Paulo

Agência Estado |

selo

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou na tarde desta quarta-feira, em votação simbólica, projeto de decreto legislativo do vereador Antônio Donato (PT) que concede o título de cidadã paulistana à candidata do PT à sucessão presidencial, Dilma Rousseff. A homenagem foi dada à petista, nascida em Belo Horizonte, por "serviços prestados" em favor da capital paulista, na época em que foi ministra da Casa Civil.

A proposta foi protocolada no mês de maio após o anúncio da candidatura da petista. Na época, Dilma já havia se afastado do cargo de ministra. O regimento da Câmara Municipal proíbe que esse tipo de homenagem seja dado a quem tenha um cargo eletivo. Com as eleições deste ano, a entrega do título, em sessão solene, ainda não tem data marcada. O decreto será publicado na edição de amanhã do Diário Oficial.

No texto da proposta, o vereador cita declaração do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, segundo a qual Dilma seria a "mãe" do Programa de Aceleração de Crescimento (PAC), e ressalta que a candidata "chamou a atenção de Lula pela coragem de encarar situações difíceis e pela capacidade técnica". A única bancada a registrar voto contra foi a do PSDB.

    Leia tudo sobre: pleito 2010eleições dilma

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG