Cabral lidera com 41% no Rio, diz Vox Populi/Band

O governador do PMDB continua com larga vantagem, seguido de Fernando Gabeira, com 19%, e Anthony Garotinho, com 18%

iG São Paulo |

Apesar de o clima de campanha ter esquentado nos últimos meses, a disputa pelo governo do Rio de Janeiro não sofreu grandes alterações, segundo a pesquisa Vox Populi/Band. Os três principais candidatos apenas oscilaram dentro da margem de erro em relação à última rodada, em janeiro.

O governador Sérgio Cabral (PMDB) continua com larga vantagem, 41% das intenções de voto (em janeiro, tinha 39%). Em segundo lugar aparece o deputado federal Fernando Gabeira (PV), com 19% (antes, estava com 18%). Empatado tecnicamente, o ex-governador Anthony Garotinho (PR) tem 18% (na última rodada, seu percentual era de 20%).

Os eleitores indecisos ou que não responderam se mantiveram em 8%. Outros 14% responderam que votariam em branco ou nulo.

Eleições 2010

Governador Rio de Janeiro

Gerando gráfico...
Vox Populi/Band

Na corrida presidencial, uma reviravolta. No cenário em que aparecem apenas os três principais candidatos, Dilma Rousseff (PT) saltou de 28% para 38% em relação à pesquisa de janeiro. Seguindo tendência inversa, José Serra (PSDB) caiu de 32% para 24%. Marina Silva (PV) oscilou dentro da margem de erro, de 13% para 12%.

Responderam que votariam em branco ou nulo 13% dos entrevistados. Não souberam responder ou estão indecisos outros 13%.

Eleições 2010

Pesquisa Vox Populi/Band no Rio de Janeiro

Gerando gráfico...
Vox Populi/Band

Na pesquisa espontânea, a petista tem mais que o dobro das intenções de voto do tucano, 16% contra 7%. Em janeiro, a ex-ministra tinha 9%, enquanto o ex-governador de São Paulo aparecia com 6%. No meio dos dois, em segundo, está o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, lembrado por 10% dos entrevistados.

Em caso de segundo turno, Dilma venceria com 43%, enquanto Serra teria 28%. No levantamento de janeiro, o placar era inverso: 39% para o tucano e 35% para a petista.

Influência de Lula

O crescimento de Dilma pode ser explicado pela alta taxa de aprovação do governo Lula. Segundo a pesquisa, para 68% dos entrevistados a administração petista é positiva. Para outros 28%, o desempenho de Lula tem sido regular. Apenas 4% o classificam como negativo.

Em consequência dessa aprovação, 31% dos eleitores disseram que poderiam votar no candidato a presidente apoiado por Lula, a depender de quem fosse. Outros 29% responderam que votariam com certeza no escolhido pelo presidente. Para 25%, isso não seria levado em conta na hora do voto, enquanto 10% dos entrevistados não votariam no candidato apoiado pelo petista.

O Vox Populi ouviu 800 eleitores entre 8 e 11 de maio, com 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no TSE com o protocolo de número 11.323/10.

    Leia tudo sobre: sérgio cabralgabeiragarotinholuladilmaserra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG