Corregedoria Geral da União considerou o inspetor de polícia culpado por formação de quadrilha e concussão

A secretaria de Segurança do Rio de Janeiro excluiu do quadro da polícia civil o inspetor e deputado estadual Jorge Luiz Hauat, o Jorge Babu (PTN). Atualmente, Babu está em campanha pela reeleição.

A demissão foi assinada pelo próprio secretário de segurança, José Mariano Beltrame, com base no processo instaurado na Corregedoria Geral da União (CGU), que teve origem em denúncias apresentadas pelo Ministério Público do Rio, em 2006.

Babu foi considerado culpado pela CGU pelos crimes de formação de quadrilha (por atuar em milícias) e concussão (crime cometido por funcionário público). No processo que corre na justiça estadual ainda não houve decisão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.