Após flertar com três chapas, DEM deve apoiar PSDB em Goiás

Apesar de articulação de Caiado, vontade da maioria deve selar parceria com os tucanos em convenção realizada nesta quarta

Gustavo Martins, iG Goiás |

Após flertar com as três chapas em Goiás, o DEM-GO deve seguir a tendência nacional e confirmar nesta quarta-feira seu apoio ao candidato Marconi Perillo (PSDB). A sigla vai compor a chapa majoritária da candidatura de Perillo e lançará o advogado José Eliton Jr. como vice. O senador Demóstenes Torres deve ser o indicado do partido para uma das vagas ao senado e a tucana Lúcia Vânia foi confirmada na convenção do PSDB e fica com a outra vaga ao Senado da chapa.

A novela nos Democratas é consequência do posicionamento de seu presidente regional, o deputado federal Ronaldo Caiado. Ao lado de alguns líderes da sigla, Caiado procurou articular o apoio do partido a outra chapa, que não a de Marconi Perillo, com quem tem atritos pessoais e políticos. A vontade da maioria, no entanto, deve selar a parceria com os tucanos em convenção realizada nesta quarta-feira.

O DEM foi tão disputado pelos três candidatos por ter força política e representatividade no estado, além de ser o terceiro partido com maior tempo de televisão. A sigla formava, junto com o PP, a base aliada do governo de Marconi Perillo. A união com o PSDB, em 2010, é simbólica por representar parte dos aliados que o governadoriável tucano havia perdido. Marconi esteve isolado politicamente antes do início da campanha, mas conseguiu aglutinar apoio de antigos aliados. Com a decisão dos Democratas, o discurso da dissidência pró-Perillo do PP, partido que apóia a candidatura de Vanderlan Cardoso (PR).

Durante a manhã, o secretário de relações institucionais, Olavo Noleto (PT), esteve na casa do senador Demóstenes Torres em última tentativa de articular apoio a candidatura de Iris Rezende, mas em vão. O candidato peemdebista manteve contatos com a cúpula regional do DEM em busca de apoio, mas acabou descartando a possibildade. Outro que se manteve confiante até o fim, no apoio dos Democratas, foi  Vanderlan Cardoso, do PR. O candidato disse na última terça-feira que seguia confiante no apoio e que tinha uma boa “intuição” a respeito da aliança.

    Leia tudo sobre: goiasronaldo caiadomarconi perilloDEMPSDB

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG