Após convenção, Dilma planeja 5 dias pela Europa

Ideia da viagem é dar visibilidade à petista em encontros com autoridades da França, Espanha e Portugal

Agência Estado |

Assim que for confirmada candidata do PT à Presidência, no próximo dia 13, a ex-ministra Dilma Rousseff embarca para uma viagem de cinco dias, a princípio, por três países da Europa. A ideia é que a petista seja recebida por autoridades da França, Espanha e de Portugal como a candidata preferida do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Pela programação preliminar, Dilma vai viajar no dia 15 de junho à noite e voltar ao Brasil no dia 20. Os coordenadores da campanha da petista querem aproveitar o início da Copa do Mundo para que a candidata faça o giro europeu.

Os encontros da ex-ministra com autoridades europeias estão sendo agendados pelo assessor especial da Presidência, Marco Aurélio Garcia. A programação ainda não está fechada, mas o primeiro encontro de Dilma deverá ser com o presidente francês, Nicolas Sarkozy.

Esta não será a primeira viagem de Dilma ao exterior já como a candidata de Lula à sua sucessão. Em meados de maio, ela foi a Nova York, nos Estados Unidos, para participar de jantar em homenagem ao presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, que foi escolhido como "Personalidade do Ano" pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos.

    Leia tudo sobre: Dilma RoussefPTeleições

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG