Apoiados por Lula, Cabral e Costa vivem situações opostas

Pesquisa Vox Populi mostra situação inversa para os candidatos apoiados pelo presidente Lula no Rio de Janeiro e em Minas Gerais

Ricardo Galhardo, iG São Paulo |

Peemedebistas, aliados do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e líderes nas pesquisas de opinião em dois dos mais importantes Estados do País, Hélio Costa e Sérgio Cabral vivem situações opostas, segundo as pesquisas Vox Populi/Band/ iG desta sexta-feira.

Apesar de ter oscilado negativamente de 51% para 49%, dentro da margem de erro de 3,1 pontos percentuais, Cabral ainda lidera com folga a disputa pelo governo do Rio de Janeiro, terceiro maior colégio eleitoral do País com 8,5% do eleitorado.

O segundo colocado, Fernando Gabeira (PV), que conta com o apoio do PSDB, está estacionado nos 15% e os demais candidatos têm no máximo 1%. Se a eleição fosse hoje Cabral seria reeleito no primeiro turno com folga.

Já Hélio Costa, que até julho estava 24 pontos à frente de Antonio Anastasia (PSDB), viu a vantagem despencar para 10 pontos em agosto no segundo maior colégio eleitoral do País, com 10,7% do eleitorado.

Outra diferença é que Cabral tenta a reeleição e conta com a máquina governamental enquanto Costa enfrenta o vice de um dos governadores melhor avaliados do país, Aécio Neves (PSDB), que deixou o governo de Minas com 72% de avaliação positiva e, segundo as pesquisas, tem capacidade de transferência de votos semelhante à de Lula.

Ambos tiveram apoio do presidente Lula. Costa como ministro das Comunicações e Cabral com investimentos massivos do governo em obras e segurança.

Apesar disso, as pesquisas mostram que a candidata governista à Presidência tem melhorado seu desempenho nos dois estados. Em Minas, a diferença sobre José Serra (PSDB) subiu de 4 pontos em julho para 10 em agosto. No Rio, a vantagem da petista aumentou de 17 para 28 pontos.

    Leia tudo sobre: Eleições RJeleições MGpesquisa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG