Anastasia arrecada quase 40% a mais que Hélio Costa

Até agora, os dois principais candidatos ao governo de Minas não chegaram a 10% da previsão de gastos

Eduardo Ferrari, iG Minas Gerais |

Os dois principais adversários na corrida ao governo de Minas Gerais não arrecadaram nem 10% do limite de gastos que apresentaram para suas campanhas - R$ 35 milhões, do governador Antônio Anastasia (PSDB) e R$ 36 milhões, do senador Hélio Costa (PMDB). Anastasia, que tenta a reeleição, conseguiu até agora R$ 3.094.575,88, ou 39,7% a mais que o peemedebista, líder nas pesquisas. O senador Hélio Costa (PMDB) recebeu R$2.215.000,00. As informações foram repassadas pelos comitês das campanhas dos candidatos.

O comitê do senador não informou quanto já foi gasto do total arrecadado. As informações foram repassadas apenas ao TSE, que tem até o dia 6 para disponibilizar as contas na internet. Já os coordenadores da campanha de Anastasia informaram que foram gastos de R$ 2.945.696,97 do montante arrecadado. Contudo, os dados discriminados, como nomes dos doadores e os valores repassados, só precisam ser apresentados no final da campanha.

Divulgação consome mais recursos

No início do mês de julho, quando declararam os valores a serem gastos ao Tribunal Superior Eleitoral, os operadores das campanhas estimaram que cada candidato deveria consumir metade dos valores arrecadados com despesas de pessoal e de mídia.

No caso de Anastasia, que ainda é menos conhecido pelo eleitorado – pesquisa mais recente de intenção de votos, divulgada pelo IBOPE na sexta-feira (30), indica uma diferença de 18 pontos percentuais entre Hélio Costa (39%) contra (21%) de Anastasia –, estima-se que as despesas com pessoal devem ser bem maiores. Só com pessoal, o tucano deverá consumir mais do que 1/4 dos recursos destinados para a campanha.

    Leia tudo sobre: eleições MGanastasiahelio costa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG