Alvaro Dias se vê fora da chapa como vice de José Serra

"Acho difícil manter minha candidatura a vice", disse ao iG. Candidatura de irmão no Paraná com apoio do PT inviablizou seu nome

Adriano Ceolin, iG Brasília |

Geraldo Magela/ Agência Senado/Geraldo Magela
Alvaro Dias: decisão do irmão inviabiliza a sua candidatura
O senador Alvaro Dias (PSDB-PR) admitiu há pouco ao iG que sua candidatura à vice-presidente da República deverá ser encerrada nesta quarta-feira. A decisão do irmão dele, Osmar Dias (PDT), de se lançar ao governo do Paraná com o apoio do PT inviabilizou seu nome como vice na chapa de José Serra (PSDB) na disputa pelo Palácio do Planalto.

“Acho difícil manter minha candidatura a vice”, disse Alvaro Dias ao iG. “Muita gente do PSDB me ligou, mas meu telefone estava desligado. Devo falar com o pessoal daqui a pouco”, completou o senador. Ele havia sido anunciado vice de Serra na sexta-feira após uma sondagem com os partidos aliados ao PSDB. O DEM, porém, vetou o nome de Alvaro.

Segundo o senador, Osmar Dias falou por telefone com o presidente do DEM, Rodrigo Maia, para comunicar a decisão de se lançar ao governo. “Foi na reunião do DEM. O Alberto Lupion [deputado do DEM do Paraná] colocou o telefone no viva voz”, disse Dias, que preferiu não dizer que ficou magoado com o irmão.

Na noite desta terça-feira, a cúpula do DEM se reuniu em Brasília para discutir a aliança com o PSDB. O partido abriu uma crise com os tucanos após o lançamento de Alvaro Dias como vice na sexta-feira. Hoje ocorre a convenção do DEM para formalizar ou não o apoio a José Serra.

    Leia tudo sobre: Alvaro Diasforacandidaturavice

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG