Alfredo Nascimento reconhece derrota

O governador do Amazonas transmitirá o cargo ao adversário Omar Aziz em janeiro, seu ex-vice prefeito

Eduardo Asfora, iG Amazonas |

O governador do Amazonas, Alfredo Nascimento (PR) passará a faixa ao sucessor Omar Aziz no dia 1º de janeiro de 2011, como resultado das eleições encerradas às 18h de hoje no Estado. Antes do término das apurações, Nascimento reconheceu a derrota.

Nascimento era aliado político de Aziz, que foi o seu vice-prefeito, mas nestas eleições disputaram em campos opostos, tendo ainda como adversários Hissa Abrahão (PPS), Luís Navarro (PCB), Herbert Amazonas (PSTU) e Luiz Sena (PSOL).

Nesta campanha, o governador que não conseguiu reeleição usou um discurso da mudança, ressaltando problemas das áreas de segurança e saúde no Estado. Entre as promessas de campanha do candidato do PR se destacaram a criação de mais centros familiares e o financiamento de geração de empregos no interior.

E as realizações como ministro dos Transportes do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que ficou dividido entre ele e Aziz, pedindo votos para ambos no Estado, numa eleição onde o eleitor pôde escolher dois candidatos ao Senado.

Perfil

Alfredo Nascimento é natural de Martins (RN) e mora em Manaus há 36 anos. Ele tem 58 anos e é pai de dois filhos: Juliana e Gustavo. Formado em Letras e Matemática, iniciou a carreira como sargento controlador de voo da Força Área Brasileiro (FAB).

Cursou de Administração de Pessoal, Administração de Materiais e Auditoria de Recursos Humanos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) no Rio de Janeiro. Alfredo tem um currículo político e administrativo elogiado inclusive por seus adversários.

Ex-prefeito de Manaus, vice-governador do Amazonas, secretário de Estado de Administração, secretário de Estado da Fazenda, secretário Extraordinário da Prefeitura de Manaus, secretário Municipal de Administração, secretário Municipal de Economia e Finanças e presidente da Comissão de Licitação da Prefeitura de Manaus.

Foi ainda presidente da Comissão de Licitação do Governo do Estado, coordenador de projetos do Instituto Euvaldo Lodi (IEL), superintendente da Zona Franca de Manaus (Suframa), presidente da Empresa de Processamento de Dados do Estado do Amazonas e presidente do Conselho de Administração do Banco do Estado do Amazonas.


    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG