Alencar permanece no Sírio-Libanês e não vota

Vice-presidente tem voto facultativo e não precisará justificar a ausência

Agência Estado |

O vice-presidente da República, José Alencar, permanece internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, e não pode votar no segundo turno das eleições presidenciais realizado neste domingo. Alencar, 79 anos, tem voto facultativo, então, não precisará justificar a ausência. O vice-presidente tem domicílio eleitoral em Belo Horizonte, Minas Gerais.

No início da disputa do segundo turno, Alencar foi convidado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a coordenação simbólica da campanha de Dilma Rousseff em Minas Gerais. Mesmo enfrentando um agressivo tratamento de saúde, Alencar atendeu ao pedido do presidente e participou de diversos eventos ao lado da candidata.

Na última terça-feira, 26, o vice-presidente foi novamente internado em São Paulo, por entupimento de parte do intestino. De acordo com o último boletim médico divulgado pelo hospital na sexta-feira, Alencar reiniciou o tratamento de quimioterapia. O quadro de saúde é estável, segundo o hospital. A equipe médica que o acompanha é coordenada pelos médicos Raul Cutait, Paulo Hoff, Roberto Kalil e Paulo Ayroza Galvão.

    Leia tudo sobre: pleito 2010alencareleições dilma

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG