Aleluia volta a criticar Otto Alencar durante debate

Candidato demista ao Senado aproveitou evento para atacar vice da chapa de Jaques Wagner

Lucas Esteves, iG Bahia |

O demista José Carlos Aleluia, candidato ao Senado, voltou a usar um espaço de debate entre os postulantes à Casa para atacar o candidato a vice-governador na chapa de Jaques Wagner, Otto Alencar (PP). Em encontro com adversários promovido pelo jornal A Tarde , Aleluia fez duros ataques a Otto, entre eles o acusando novamente de ter uma “aposentadoria vergonhosa” e de integrar um desfacelamento da esquerda baiana.

Segundo o deputado federal, Otto Alencar é o “mais subalterno dos carlistas” e, curiosamente, agora faz parte do grupo petista que disputa as eleições deste ano. Além disso, disse Aleluia, Alencar, que foi governador em 2002, conseguiu abocanhar uma aposentadoria integral de R$ 25 mil mensais após ter trabalhado por apenas cinco anos como conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia.

No primeiro debate da campanha entre os candidatos ao Senado, realizado no mês passado, Aleluia já havia feito acusações parecidas a Otto, que se defendeu dizendo que sua aposentadoria decorre de um somatório de anos de serviços públicos prestados e que, por isso, não há nada de irregular no fato. Após a nova provocação, no entanto, o pepista se irritou e fez um desafio a Aleluia.

“Se ele provar que recebo integral, eu renuncio à minha candidatura. Se não provar, ele renuncia à dele”, provocou. Alencar negou ainda ser subserviente a Antônio Carlos Magalhães e lembrou um fato supostamente ocorrido no ano de 1994 em que bateu de frente com o falecido senador para não fazer parte da chapa que elegeu Paulo Souto Governador.

Já a deputada federal Lídice da Mata (PSB), que esteve no debate representando a chapa wagnerista, defendeu o vice dizendo a Aleluia que resolvesse sua “pendenga” com Otto Alencar, pois a tentativa sistemática de atacá-lo provaria que, de sua parte, há algo não resolvido entre ambos. “O senhor deve procurar resolver esse seu problema com Otto Alencar, isso já está virando obsessão", aconselhou.

    Leia tudo sobre: eleições baaleluiaotto

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG