Alckmin rebate Lula e diz que baixar nível é violar sigilo

Afirmação foi uma resposta ao comentário do presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante comício em Guarulhos

Agência Estado |

selo

Agência Estado
Geraldo Alckmin visitou a cidade de Santa do Parnaíba, SP
O candidato do PSDB ao governo de São Paulo, Geraldo Alckmin, disse neste sábado, em Atibaia, interior de São Paulo, que "baixar o nível de campanha é a violação de sigilo". A afirmação foi uma resposta ao comentário do presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante comício em Guarulhos, neste sábado.

O presidente acusou o candidato adversário (José Serra, PSDB) de baixar o nível da campanha e colocar a família em posição de vítima. "Baixar o nível da campanha é violação de sigilo. Isso é que é um fato grave, que precisa ser apurado, verificada a origem disso", disse o candidato tucano. "Não é a primeira vez que isso acontece e é preciso verificar e apurar exemplarmente esse fato reincidente pelo PT", afirmou. "A sociedade brasileira espera um esclarecimento convincente."

Alckmin comentou a pesquisa Datafolha que aponta a candidata do PT à presidência, Dilma Rousseff, com 50% das intenções de voto contra 28% de José Serra, do PSDB. "Eu acho que o Serra tem chance. Ainda temos quatro semanas praticamente para a eleição e nessa época eu tinha 24% para a eleição presidencial e terminei com 42%", afirmou. O candidato do PSDB tem 50% das intenções de voto para o governo do estado de São Paulo contra 24% do petista Aloísio Mercadante. "Na eleição estadual é humildade e trabalho".

O candidato passeou pela Feira de Flores e Morangos de Atibaia e participou de danças e manifestações culturais no evento que recebe cerca de 10 mil pessoas por dia, até 19 de setembro.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG