Ainda sem vice, Serra volta a Minas Gerais de Aécio

Candidato tucano à Presidência da República tem agenda em Montes Claros, onde se encontrará com lideranças políticas

Adriano Ceolin, iG Brasília |

Ainda sem vice e já sem esperanças de ter Aécio Neves (PSDB) como companheiro de chapa, o candidato tucano à Presidência da República, José Serra, vai a Minas Gerais nesta segunda-feira para o que será sua quinta viagem ao Estado nesta pré-campanha.

Serra irá a Montes Claros, onde deverá se encontrar com lideranças e prefeitos do norte de Minas. O encontro foi organizado pelo secretário-geral do PSDB e deputado federal, Rodrigo de Castro (MG).

“Será uma reunião com integrantes de oposição ao governo federal. A expectativa é muito boa na região”, disse Castro. O deputado ainda não confirmou a ida de Serra a Uberaba, triângulo mineiro, viagem que está prevista para quarta-feira (9).

Segundo o secretário-geral, o ex-governador mineiro Aécio Neves deverá marcar presença  em Montes Claros. Na semana passada, Aécio esteve em São Paulo e participou de uma reunião com integrantes da cúpula do PSDB.

No encontro, ele reafirmou que disputará o Senado e fez sugestões sobre quem deverá ser o vice de Serra. O ex-governador mineiro voltou a defender que a vaga fique com um representante do PSDB.

Aécio tem preferência pelo senador Tasso Jereissati (PSDB). Outro nome que agrada o tucano mineiro é Sérgio Guerra (PSDB-PE). Os dois, porém, já deram declarações que querem disputar, respectivamente, o Senado e a Câmara dos Deputados.

O presidente nacional do DEM, Rodrigo Maia (RJ), tem dito que o partido só abriria mão de indicar o candidato a vice se Aécio fosse o candidato. O tucano, porém, é um dos principais refratários à ideia de dar o posto ao DEM.

Aécio avalia que o DEM não conseguiu superar a crise que abateu sobre o partido após o escândalo no governo do Distrito Federal. Único governador do DEM até então, José Roberto Arruda deixou a sigla e depois renunciou o cargo.

Do DEM, o nome preferido de Aécio é Katia Abreu (TO). No entanto, o próprio ex-governador mineiro descarta a atual senadora como vice por conta de seus posicionamentos a favor do agronegócio que desagradam integrantes de movimentos ambientalistas.

Para Aécio, se Katia for vice de Serra, será ainda mais difícil conquistar o apoio de Marina Silva (PV) em um eventual segundo turno entre o tucano e a candidata do PT, Dilma Rousseff.

    Leia tudo sobre: SerraMinasAécio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG