Agenda de Serra foca locais onde tucano precisa crescer

Desempenho do candidato pauta regiões a serem exploradas

Agência Estado |

selo

A agenda do candidato à presidência pelo PSDB, José Serra , está sendo montada de acordo com os temas que a campanha pretende explorar e observando os locais onde o candidato precisa melhorar o desempenho. Amanhã, Serra cumpre agenda em Barreiras, na Bahia, para falar a produtores rurais da região.

O tema que será abordado pelo tucano em discurso será infraestrutura, explorando a necessidade de  construção de rodovias e aeroportos na região, além da Ferrovia Oeste-Leste, de 1.527 quilômetros, que poderá ser interligada com a Ferrovia Norte-Sul. Serra deve criticar a demora na construção da obra, cujo edital só foi lançado em março deste ano.

Na última pesquisa Ibope, divulgada em 30 de julho, Dilma aparecia com praticamente o dobro das intenções de voto do adversário (49% a 25%) na Região Nordeste. De acordo com o levantamento da Sensus, divulgado hoje pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT), a vantagem de Dilma sobre Serra é de 37 pontos na região.

A agenda de Serra está sendo coordenada pela senadora Marisa Serrano, do PSDB de Mato Grosso do Sul, e prevê as atividades do candidato a cada semana. Para montar a agenda, Serrano observa uma região que o tucano precisa visitar para melhorar o desempenho eleitoral e, a partir daí, define qual o melhor tema para o candidato explorar naquele local.

A senadora também analisa a estratégia inversa: a partir de um tema que a campanha quer colocar em pauta, ela define o melhor local para o discurso ser feito. Quem ajuda Marisa na escolha dos temas é Xico Graziano, um dos coordenadores da campanha.

Promessa
No sábado, 7, Serra vai a Belo Horizonte visitar um hospital de oncologia infantil e aleitamento materno. Na ocasião, explorará o tema das políticas públicas para mulheres. Ao longo da campanha, Serra já prometeu a construção de um hospital para mulheres grávidas no Rio de Janeiro e a doação de enxovais às mulheres grávidas de baixa renda, a exemplo do que fez à frente da Prefeitura de São Paulo, com o programa Mãe Paulistana.

Na vista a Poços de Caldas, ontem, Serra seguiu a mesma estratégia. Ao visitar uma unidade da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), anunciou a proposta de criação do Ministério da Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência. "A proposta é sempre colocá-lo para falar sobre um tema de interesse local que também seja importante nacionalmente", resume Marisa Serrano.

    Leia tudo sobre: eleições serrapsdbxico graziano

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG