Aécio Neves diz que Hélio Costa é oportunista

Tucano critica coligação entre peemedebista e PT, que, no passado, pediu impugnação da candidatura de Costa ao governo de Minas

Eduardo Ferrari, iG Minas Gerais |

O ex-governador de Minas Gerais e candidato ao Senado pelo PSDB, Aécio Neves, rebateu a declaração do ex-ministro Hélio Costa (PMDB), candidato ao governo do Estado e líder nas pesquisas, de que faltou coragem ao tucano para disputar a Presidência com o apoio de Lula.

Em nota, Aécio chama Hélio Costa de “oportunista” e critica o fato de o senador ter se coligado com o PT, que, no passado, teria feito oposição ao peemedebista, chegando a "pedir impugnação da candidatura dele ao governo”, na campanha de 1994.

"Por isso sempre repudiei com veemência oportunismo político como meio de ascensão política", disparou. "Como muitas pessoas em Minas, eu tenho dificuldades em compreender como o senador não se constrange em caminhar de braços dados com quem já o atacou de forma tão violenta como é o caso da CUT e do PT, que, num passado pouco distante, talvez até de forma injusta, chegou a pedir a impugnação da candidatura dele ao governo do estado”, escreveu Aécio Neves.

A declaração de Costa sobre Aécio Neves foi feita durante a sabatina promovida pelo "Jornal Folha de S. Paulo e Portal Uol" ocorrida em Belo Horizonte, nesta quarta-feira (11). "Faltou uma visão estratégica por parte dele, faltou desprendimento político, para não dizer coragem”, afirmou Costa durante o encontro.

Veja a íntegra da nota :

Aécio a Hélio Costa: ‘Sempre repudiei com veemência o oportunismo político’

Declaração do candidato ao Senado Aécio Neves em relação a afirmações feitas pelo candidato do PMDB durante sabatina da Folha de S.Paulo, realizada nesta quarta-feira, em Belo Horizonte.

Este é mais um equívoco do senador Hélio Costa. Coragem na vida pública é honrar compromissos assumidos com a população. É priorizar a coerência e a lealdade às próprias convicções e princípios. Por isso sempre repudiei com veemência o oportunismo político como meio de ascensão política. Como muitas pessoas em Minas, eu tenho dificuldade em compreender como o senador não se constrange em caminhar de braços dados com quem já o atacou de forma tão violenta, como é o caso da CUT e do PT, que, num passado pouco distante, talvez até de forma injusta, chegou a pedir a impugnação da candidatura dele ao governo do Estado. Na vida pública, cada um faz as suas escolhas e tem a sua trajetória própria. E por elas será julgado.

    Leia tudo sobre: Eleiçõeseleições MGAécio NevesHélio Costa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG