Acusado de fazer carreata, ex-governador é detido em Pernambuco

Candidato a deputado federal pelo DEM, Mendonça Filho disse que estava passeando com a família

Ana Carolina Dias e Thaisa Lisboa, iG Pernambuco |

O presidente estadual do DEM e candidato a deputado federal Mendonça Filho foi detido, no início da tarde deste domingo, por policiais ao ser flagrado fazendo carreata no bairro do Ibura (Zona Sul do Recife). De acordo com a legislação, este tipo de ato é proibido no dia do pleito. 

Encaminhado para a sede do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE), o candidato da coligação Pernambuco Pode Mais negou que estivesse realizando a carreata. Mendonça falou que, assim como os demais candidatos, estava conferindo os locais de votação e passeando com a família. “É normal os candidatos passarem pelas ruas em dia de eleição. Eu sou uma pessoa conhecida. Se as pessoas acenam para mim, eu aceno de volta. Mas não era uma carreata, eu estava passeando com minha família e meus assessores. Como não cabiam todos num carro só, tivemos que usar mais de um", afirmou. 

A detenção foi feita pela juíza Ana Cláudia Brandão, que coincidentemente estava perto do local. "Eu e o promotor da zona eleitoral estávamos resolvendo uma questão naquela área, referente à compra de votos, quando cruzamos com a carreata do candidato. Eram quatro bugs e uma moto triciclo, e aproximadamente dez pessoas participando. Não eram militantes, mas familiares, amigos e até o advogado do candidato. Eles estavam com bandeiras, camisas e o veículo todo pintado de azul e verde", declarou a juíza.

De acordo com Ana Cláudia, o ex-governador de Pernambuco deverá assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e em seguida ser liberado.

    Leia tudo sobre: eleições PEmendonça filho

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG