Abstenção preocupa no Pará

Apenas 60% dos eleitores comparecerem às urnas. Índice de faltosos pode alterar resultado das eleições

Pollyana Bastos, iG Pará |

Faltando menos de uma hora para encerrar, abstenção preocupa. O feriado prolongado pode ter grande influência no resultado das eleições do Pará neste segundo turno. Há poucas horas do fim da votação, que encerra às 17h no horário local (18h em Brasília) apenas 60% dos eleitores do estado compareceram às urnas.

Em municípios do interior como Rondon do Pará, Dom Eliseu e Conceição do Araguaia, a imprensa local registra alto índice de abstenção. Em coletiva na tarde de hoje o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA), João Maroja, avaliou como "positivo" o andamento da votação em todo o estado e disse "confiar na consciência cívica do povo paraense".

Índice alto

Se o índice de faltosos permanecer alto, pode trazer surpresas no resultado da votação. Simão Jatene (PSDB) quase conseguiu votação suficiente para eleger-se no primeiro turno, aparece como favorito na última pesquisa do Ibope, com 59% dos votos válidos, contra 37% da concorrente Ana Júlia Carepa (PT). Mas com a abstenção na casa dos 40% fica impossível determinar o favoritismo.

A pesquisa realizada com base em dados coletados em 41 dos 144 municípios do estado registrou apenas o percentual de intenção de voto nos candidatos e os votos brancos, nulos e indecisos.
O índice de abstenção não foi avaliado e da maneira como segue o processo, pode ser o fator determinante destas eleições.

O PT ainda acredita em uma virada e nas ruas de Belém a mobilização do partido é claramente maior do que a registrada no primeiro turno. O amarelo do tucano Jatene que predominou nas ruas de Belém no dia 3 de outubro hoje rivaliza com o vermelho de Ana Júlia nas ruas da cidade.

    Leia tudo sobre: eleiçõe patre papt papsdb paabstençãopleito 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG