Ao final do comício na capital sergipana, presidente é abordado sobre o tema quando cumprimentava populares

Ao final do comício desta noite em Aracaju, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu descer do palanque para cumprimentar os populares mais próximos. Abordado por uma eleitora, foi perguntado se a candidata Dilma Rousseff era a favor do aborto.

“Eu posso lhe garantir que ela é contra”, afimou o presidente, acrescentando ainda que nem ele nem a primeira-dama Marisa Letícia indicariam uma pessoa para a condição de candidata a presidente da República que tivesse uma posição favorável.

Antes disso, durante o comício, o presidente foi diversas vezes interrompido em seu discurso por gritos como "Lula, eu te amo" e "Lula, guerreiro do povo brasileiro". Ao pedir votos para a presidenciável, disse que  “Dilma está sendo vítima de uma campanha num mundo subterrâneo da política da forma mais vergonhosa", acrescentando: "Eu já fui vítima disso e nós conseguimos vencer".

O presidente também recorreu ao tom maternal que esteve presente em vários momentos da campanha. "Nós não precisamos ser governados. Precisamos ser cuidados, como uma mãe cuida de seus pequenos”, sentenciou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.