Candidato do PMDB venceu o atual governador do Estado, Tarso Genro, do PT, por 61,2% dos votos

José Ivo Sartori: eleito no segundo turno
Agência Brasil
José Ivo Sartori: eleito no segundo turno

O Estado do Rio Grande do Sul tem novo governador. José Ivo Sartori, candidato pelo PMDB, venceu no segundo turno com 61,2%% dos votos válidos, com a totalidade das urnas apuradas.

Confira a apuração dos votos no Rio Grande do Sul e nos demais Estados

Segundo colocado, o atual governador do Estado, Tarso Genro (PT) terminou a eleição com 38,7% dos votos.

Leia tudo sobre as eleições 2014 no Brasil

Campanha 2014

O resultado do segundo turno só reforçou a tradição do Estado, que desde a instituição da reeleição, jamais reelegeu um postulante ao governo.

LEIA MAIS: 'Foram as eleições mais tranquilas dos últimos tempos', diz presidente do TSE

Após iniciar a campanha em terceiro lugar nas pesquisas de intenção de voto, Sartori chegou ao segundo turno com a aprovação de 40,3% dos eleitores. O atual governador Tarso Genro (PT), foi ao segundo turno após obter mais votos do que a candidata do PP, Ana Amélia Lemos.

Na última semana, Sartori viveu uma saia justa ao dizer em entrevista que, se professores quisessem piso, que procurassem em uma loja de material de construção. Mas tentou se explicar, lembrando que quando deixou a prefeitura de Caxias do Sul, em 2013, os professores municipais ganhavam duas vezes mais do que o piso nacional.

Com ele, assume o governo do Rio Grande do Sul o vice José Paulo Cairoli (PSD), ex-presidente da Federasul.

Carreira política

Ex-prefeito de Caxias do Sul, José Ivo Sartori (PMDB), 66 anos, venceu após começar a campanha eleitoral com menos de 10% nas pesquisas. Casado com a deputada estadual Maria Helena Sartori (PMDB), com quem tem dois filhos, o governador eleito nasceu na Linha Amadeu, distrito de São Marcos, na Serra Gaúcha, e deu início à carreira política como vereador de Caxias do Sul, em 1976.

Parte da juventude católica e do movimento estudantil na adolescência, foi deputado estadual por cinco mandatos consecutivos – chegando a presidir o parlamento gaúcho de 1998 e 1999 –, e deputado federal, em 2002. Entre 2004 e 2008, foi eleito prefeito de Caxias do Sul.

Veja como os candidatos votaram ns eleições deste domingo:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.