TRE: Eleições ocorreram sem sobressaltos em São Paulo

Por Bárbara Ladeia (iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Estado, que responde por 22,4% do eleitorado, registrou 19 prisões; foram substituídas 495 urnas, 95 delas na capital

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) aponta um processo eleitoral sem sobressaltos. Segundo o presidente do TRE, desembargador Antônio Carlos Mathias Couto, as eleições tiveram "andamento regular".

Foram, ao menos, 19 prisões em todo o Estado – sendo 15 destas por boca de urna, 3 por divulgação de propaganda ilegal e uma por transporte ilegal de eleitores.

As ocorrências aconteceram em Itapeva, Cajabi, Pindamonhangaba, São Bernardo, Serrana, Duartina, Mongaguá, Ribeirão Preto, Jandira, Sorocaba, Hortolândia, Francisco Morato, Ferraz de Vasconcelos, Itapeva e Coronel Macedo.

A forração, nome dado ao espalhe de santinhos pelas ruas na porta dos locais de votação, não pode ser evitada. "Isso se faz durante a madrugada. Por mais que haja fiscalização, isso depende mais da educação dos candidatos", afirma o vice-presidente do TRE-SP, desembargador Mario Devienne Ferraz.

Foram substituídas 495 urnas em todo o Estado, sendo 95 delas na capital. Cada urna custou ao Estado R$ 1.214,58.

São Paulo reúne 22,4% do eleitorado nacional, com 31,998 milhões de pessoas. O menor Estado é o de Roraima, com 299,555 mil votantes, compondo 0,21% do total de eleitores do País. O Estado tem cerca de 5,8 mil presos provisórios e adolescentes infratores aptos ao pleito.

Leia tudo sobre: eleições 2014São Paulo

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas