Aproximadamente 1,2 mil pessoas presas nas eleições 2012

Dados foram divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral na tarde deste domingo

Wilson Lima - iG Brasília* |

Aproximadamente 1,2 mil pessoas foram presas até meados da tarde deste domingo de eleições municipais. Ao todo, forma 234 candidatos presos e 938 eleitores.

As prisões são desde atos de corrupção eleitoral (como flagrante de boca de urnas e tentativa de compra de votos) até atos de desacato à autoridade.

Confira a cobertura completa do iG sobre as eleições 2012

Os número do TSE também apontam 157 prisões de pessoas que realizavam boca de urna em todo o Brasil. Destas, 38 eram candidatos.

Segundo os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), até às 14h10, Rio de Janeiro e Minas Gerais lideravam o ranking de prisões até então. Somente no Rio de Janeiro, 395 pessoas foram detidas durante este domingo.

Em Minas, ocorreram, 147 prisões neste domingo.


Dos 234 candidatos presos até o momento, 17 foram por causa de corrupção eleitoral. Somente no estado do Rio de Janeiro, foram três pessoas.

Em Macaré (RJ), por exemplo, uma pessoa foi flagrada comprando votos. Com ela, foram encontrados cerca de R$ 10 mil.

Em São Paulo, quatro candidatos a vereador foram presos até o meio da tarde em todo o Estado.

Os candidatos detidos são Rosângela Zanon, do PPL, da capital paulista, Amauri Queiroz, do PV da cidade de Valinhos, Arlindo Bento do Nascimento, do PT de Iaras, e Mário Silva, do PV de Gabriel Monteiro.

*Com informações iG São Paulo

    Leia tudo sobre: eleições2012TSE

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG