Vinte mil escolas com baixa qualidade vão receber verba extra

Dinheiro será repassado aos colégios que não atingiram a média nacional no Índice de Desenvolvimento da Educação

Priscilla Borges, iG Brasília |

Cerca de 20 mil escolas públicas de todo o País que tiveram dificuldades em atingir as médias nacionais no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) , criado pelo Ministério da Educação para avaliar o ensino brasileiro, vão receber recursos extras para financiar projetos que melhorem o ambiente escolar.

Para receber a quantia, os colégios precisam aderir ao Programa Dinheiro Direto na Escola, elaborar um plano de trabalho e definir uma unidade executora para o projeto, que deve ser uma entidade da sociedade civil com a tarefa de gerenciar o dinheiro recebido. A medida faz parte do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE).

Os colégios contemplados só podem usar os recursos para os fins descritos no planejamento estratégico. O dinheiro será repassado anualmente, de acordo com o número de alunos matriculados em cada um deles, segundo o Censo Escolar do ano anterior ao repasse.

As escolas que serão contempladas pela primeira vez pelo programa receberão entre R$ 15 mil (escolas com até 99 alunos) e R$ 75 mil (acima de 3.999 alunos). Já as que participam há mais tempo do programa vão ganhar entre R$ 10 mil (até 99 alunos) e R$ 37,5 mil (mais de 3.999 estudantes).

    Leia tudo sobre: idebavaliaçãoverba extraescolas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG