Vestibular da USP termina com a prova mais difícil

Candidatos terminam maratona dizendo que questões tiveram a "cara da Fuvest". Resultado sai no dia 4 de fevereiro

Cinthia Rodrigues, iG São Paulo |

Candidatos que terminaram o vestibular para a USP nesta terça-feira, dia 10, consideraram a última prova a mais complicada de 2012. Em diferentes áreas os estudantes tiveram dificuldades em responder a todas as questões e chamaram o vestibular de “a cara de Fuvest”. Os alunos que encerraram a segunda fase responderam 12 itens de disciplinas relacionadas às carreiras a qual concorrem a vagas.

Prova difícil: Última prova da Fuvest assusta treineiros
Confira: Caderno de questões da prova do terceiro dia da 2ª fase da Fuvest 2012

Ramon Miranda, de 17 anos, que tenta uma vaga em Engenharia Civil , definiu a prova com um palavrão. “Estava muito difícil. Das 12 questões, dava para fazer direito quatro ou cinco”. Em Biológicas, Paula Yoshino, de 17 anos, candidata de Odontologia , conta que foram pedidos na prova específica conteúdos parecidos com os da primeira fase, porém sem as alternativas. “Eu achava que seriam conteúdos mais gerais, mais pediram fórmulas e hormônios específicos que eu tive que deixar sem fazer”, diz.

Amana Salles/Fotoarena
Kátia Artero prestou vestibular há seis anos para Física, agora tenta vaga em Matemática. "A prova tinha cara de Fuvest"
Monica Yamashita, de 19 anos, que busca uma vaga em Pedagogia , em que as disciplinas específicas exigidas eram história, geografia e matemática, disse que a prova toda foi difícil, mas a mais complicada foi a parte de matemática. “Eu estava fazendo outra faculdade, e esses dois anos de distância para o ensino médio me fizeram esquecer muita coisa.”

A candidata que já entrou anteriormente na USP, Kátia Artero, de 33 anos, achou a prova com “cara de Fuvest”. “Eu prestei vestibular há seis anos para Física , agora para Matemática , e acho que o nível de dificuldade continua o mesmo”. Nesta terça, respondeu 10 das 12 questões propostas.

Os candidatos que reclamaram menos da dificuldade foram os das carreiras de humanas. Apesar de haver questões consideradas difíceis, como a que fala da Guerra de Troia, a que mostrava todos os eixos comerciais da América Latina e a sobre a bacia hidrográfica Ganges na Índia. A maioria conseguiu responder tudo, ainda que sem segurança da resposta.

Manifestação: Após agressão na USP, alunos panfletam contra a reitoria

Guilherme Jerônymo, 28 anos, é formado em Jornalismo e agora tenta uma vaga em Letras . Ele achou que de forma geral a prova estava tranquila. “A da bacia hidrográfica era a mais complicada, mas deu para esboçar uma resposta”, conta.

Abstenção
Compareceram a este terceiro dia da segunda fase da Fuvest 2012 28.659 candidatos, dos 31.504 convocados (9,03% de abstenção). No ano passado o índice de abstenção foi de 9,09%, correspondendo a 3.467 vestibulandos ausentes (38.151 chamados). Os candidatos aos cursos de Artes Cênicas, Música (Ribeirão Preto), Audiovisual, Design e Arquitetura farão provas de habilidades específicas até sexta-feira.

A primeira chamada de aprovados da Fuvest ocorrerá no dia 4 de fevereiro.


    Leia tudo sobre: fuvest 20012uspvestibular

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG