Prova da Unesp teve mais perguntas fáceis do que difíceis, dizem candidatos

Vestibulandos disseram ao iG que apenas as questões de matemática, física e química foram difíceis

iG São Paulo |

Amana Salles/Fotoarena
Para Marcos Vinícius Alves, 17 anos, a parte de exatas do exame da Unesp foi a mais complicada
A maior parte dos candidatos ouvidos pelo iG neste domingo considerou fáceis as questões de biologia, história, geografia e filosofia e difíceis as perguntas sobre matemática, física e química da segunda fase do vestibular da Unesp que começou neste domingo e vai até segunda-feira.

“A parte de exatas foi mais complicada porque a prova era dissertativa. Em matemática e química, se você não souber as fórmulas tem que deixar as questões em branco. Já em ciências humanas se você tem alguma noção é possível responder”, disse Marcos Vinícius Alves, 17 anos, que tenta uma vaga no curso de ciências econômicas.

Veja os cadernos de questões da prova

A prova deste domingo foi dividida em duas partes. Doze questões de matemática e ciências da natureza e outras doze sobre ciências humanas.

“Ainda bem que me garanti na parte de humanas e biologia. As questões de química e física ficaram quase todas em branco”, afirmou Thiago Beck, 20 anos, candidato ao curso de psicologia.

Apesar da deficiência em algumas matérias ele aparentava confiança. “Se der tudo errado não tem problema. Passei no Enem”, afirmou.

Lucas Yusei, 17 anos, que disputa uma vaga no curso de engenharia elétrica, foi o primeiro a deixar o local da prova no campus da Unip na avenida Marquês de São Vicente e elogiou a formulação das questões.

“As perguntas foram muito objetivas. Não teve aquela enrolação da primeira fase. Por isso a prova foi menos cansativa”, disse ele.

Os vestibulandos elogiaram o fato de várias questões da parte de humanas serem interpretativas ou comparativas. “Gostei de uma questão de geografia que tinha a figura de um índio na cidade grande e perguntava sobre poluição e meio ambiente”, disse Rodrigo Mucio Silva, 17 anos, que tenta uma vaga no curso de engenharia florestal.

Os candidatos também gostaram das questões de história que tratavam sobre o passado recente do Brasil abordando temas como a campanha pelas Diretas Já (1985) e a Assembleia Nacional Constituinte (1988), além das revoltas estudantis globais de 1968.

    Leia tudo sobre: vestibularunespquestões

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG