‘Achei a prova difícil’, diz primeira estudante a deixar o vestibular da Uerj

Daniela Pajuaba, de 19 anos, prefere o modelo do Enem: ‘A prova é mais fácil’

Caroline Moliari, especial para o iG |

Paula Giolito
Daniela Pajuaba, de 19 anos, foi a primeira a deixar o local de provas do vestibula da Uerj
Primeira candidata a deixar o local de provas do vestibular da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), a adolescente Daniela Pajuaba, de 19 anos, demonstrou não estar muito confiante com o resultado. “Achei a prova difícil, principalmente a parte de química”, disse ela, que conseguiu conceito B na primeira fase do concurso e disputa uma vaga para Medicina.

Leia também:  Vestibular da Uerj teve 9,5% de faltosos

De acordo com a organização do vestibular da Uerj , o curso de Medicina é o mais disputado, com 58,56 candidatos por vaga. Além da prova de química, Daniela também testou neste domingo (4) seus conhecimentos em biologia e fez uma prova de língua portuguesa instrumental com redação.

Paula Giolito
Candidatos chegam ao campus da Uerj para a etapa final do vestibular
“Gosto mais do modelo do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) . A prova é mais fácil”, avaliou a adolescente. A Uerj é a única universidade pública do Rio que não aderiu ao Enem como método de acesso aos cursos de graduação.

Para a estudante, o tema da redação – “Jovem no mundo de hoje pode mudar o futuro” – não foi problema. “Essa parte estava fácil”, disse ela, que deixou o campus do Maracanã às 10h05.

Etapa final do vestibular

Participam da etapa final do vestibular da Uerj, realizado neste domingo, os candidatos que obtiveram aprovação em pelo menos um dos exames de qualificação do concurso e que tenham concluído ou estejam cursando o último ano do ensino médio. O início do exame estava marcado para as 9h, mas a organização só fechou os portões 15 minutos depois. Sendo assim, ninguém ficou do lado de fora.

Nessa fase do vestibular, os 40.200 candidatos fazem prova discursiva. Com cinco horas de duração, o exame visa ao preenchimento de 5.316 vagas em cursos da Uerj, além de 220 vagas do Centro Universitário Estadual da Zona Oeste (UEZO), 50 da Academia de Bombeiro Militar Dom Pedro II e 60 da Academia de Polícia Militar Dom João VI.

A Uerj e a Uezo reservam vagas para negros e indígenas (20%), estudantes de escolas públicas (20%) e pessoas com deficiência e filhos de policiais mortos ou incapacitados em razão do serviço (5%). Os cursos mais procurados este ano são Medicina, com 58,56 candidatos por vaga, Jornalismo, com 28,46 por carreira, e Desenho Industrial, com 23,23.

    Leia tudo sobre: uerjvestibularvestibula uerj

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG