Docentes criticam prova do segundo dia da Unicamp 2013

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Abstenção da segunda fase do vestibular chegou a 13,4% dos convocados. Nesta terça-feira, ocorre a última prova

Agência Estado

Agência Estado

A ausência de questões de filosofia e de sociologia no segundo dia de provas da segunda fase do vestibular da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) foi uma reclamação frequente de professores de ensino médio ouvidos nesta segunda-feira (14) pelo jornal O Estado de S. Paulo. De modo geral, os exames foram avaliados por eles como "tradicionais".

A segunda fase do vestibular da Unicamp conta com cinco provas. A cada dia, os estudantes devem responder 24 questões dissertativas. Nesta segunda, mais de 13 mil fizeram os exames de inglês, ciências humanas e artes. A taxa de abstenção foi de 13,4%. Dos 15.352 candidatos convocados, 2.056 não compareceram. A abstenção do primeiro dia, que teve questões de língua portuguesa, literatura e matemática, foi de 12,2%.

Nesta terça-feira, o vestibular termina com a prova de ciências da natureza. A divulgação da primeira chamada está prevista para o dia 4 de fevereiro.

Leia tudo sobre: vestibularUnicamp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas