Prova de química da Fuvest é considerada a mais difícil desta segunda-feira

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Candidatos responderam questões de disciplinas obrigatórias do ensino médio. Abstenção foi de de 8,96%

A prova de química foi considerada muito difícil pelos candidatos que prestaram o segundo dia da segunda fase da Fuvest nesta segunda-feira (7) em Sorocaba (SP). Um dos primeiros a concluir a prova do vestibular da Universidade de São Paulo (USP) e da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, Gefferson Augusto Ferraz, de 17 anos, foi direto: "Química pegou pesado!" Morador de Timbó, em Santa Catarina, ele quer estudar Ciências Agronômicas, em Piracicaba, interior paulista. Para fazer as provas em Sorocaba, está passando alguns dias com parentes de Itapetininga, cidade da região.

1º dia: Alunos encontram dificuldade 

Futura Press
Na Universidade de Mogi das Cruzes (UMC), na Vila Leopoldina (SP), candidatos chegam para realizar prova

O estudante Pedro Henrique Ortega de Marco, de 17 anos, que concorre a uma vaga em biologia, também "emperrou" nas questões de química. "Física e matemática estavam fáceis", disse. Ele pretendia fazer medicina, mas, por uma falha, acabou inscrito em biologia. "Foi melhor, pois para medicina acho que não ia dar." O treineiro Matheus Cabral Manoel, de 16 anos, também considerou química o 'bicho-papão' da segunda fase. "Duvido que haja outra prova tão difícil."

Concorrência: Medicina volta a ser o curso mais disputado em 2013

A prova realizada nesta segunda-feira cobrou conhecimentos gerais. Foram 16 questões de disciplinas do núcleo comum obrigatório do ensino médio (história, geografia, matemática, física, química, biologia e inglês). Nesta terça, o vestibular acaba uma prova relativa aos cursos escolhidos. Com 12 questões, podem ser de duas ou três disciplinas escolhidas pela coordenação da carreira. Quem presta o vestibular para Medicina, por exemplo, responderá perguntas de física, química e biologia, enquanto os interessados em Engenharia Civil encontraram temas de matemática e física e, candidatos a Letras, história e geografia.

Abstenção

Dos 31.182 convocados (.943 candidatos e 2.239 treineiros), faltaram nesta segunda 2.793 estudantes, o equivalente a uma abstenção de 8,96%, índice superior ao de 2012, que foi de 8,56 %. No domingo, a abstenção foi de 8,50%.

O vestibular seleciona para 10.982 vagas na USP e 100 na Santa Casa de São Paulo.

Com Agência Estado.

Leia tudo sobre: vestibularFuvest

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas