'Veteranos', arrependidos e treineiros realizam Fuvest 2013 neste domingo

Primeira fase do exame reuniu diferentes perfis de candidatos no prédio da FEA, na Cidade Universitária, em São Paulo

André Carvalho - iG São Paulo | - Atualizada às

O exame da primeira fase da Fuvest 2013, realizado neste domingo (25) reuniu candidatos com diferentes expectativas no prédio da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP, na Cidade Universitária, em São Paulo. "Veteranos" no vestibular, candidatos arrependidos do curso escolhido anteriormente, estudantes de outras faculdades e treineiros expuseram o caráter plural do vestibular 2013. Veja o gabarito e a prova da Fuvest 2013 .

Leia também: 
Vestibular da Fuvest 2013 tem mais de 10% de abstenção na primeira fase
Veja as imagens da primeira fase da Fuvest 2013

Futura Press
Estudante presta vestibular da Fuvest 2013 no prédio da Faculdade de Economia Administração e Contabilidade (FEA), na Cidade Universitária


Confira o guia da Fuvest e tire suas dúvidas

Rafaela Girão, 17 anos, vai prestar vestibular para o curso de Desenho Industrial. Antes mesmo de o exame ter começado, no entanto, a estudante já se mostrava arrependida de sua escolha. "Na verdade, eu queria Arquitetura", explicou, acrescentando que vai tentar uma vaga nesta carreira no vestibular da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Para a jovem, a maior dificuldade da Fuvest não serão as questões de Física e Química, mas sim a necessidade de concentração em uma prova tão longa. "São 90 questões, é muito cansativo. Às vezes, a gente lê alguma questão e não se atenta aos detalhes", disse.

Se a Rafaela falta convicção sobre a carreira a ser escolhida, para Alexandre Jesus Félix, 23 anos, esta é a maior certeza. Tentando pelo quarto ano consecutivo uma vaga no curso de Medicina, o mais concorrido deste ano , o vestibulando está confiante que vai passar para a segunda fase da prova, na qual irá encarar o fantasma da redação. "A maioria das pessoas que prestam Medicina passam para a segunda fase. O problema é a redação, que sempre foi um entrave para mim. Mas este ano estou bastante focado nisso", afirmou.

Inscrições: Um terço é proveniente da rede pública de ensino
Enem: Colégios mais bem colocados em 2011 têm poucas turmas e fazem vestibulinho
MEC: Entidades fazem campanha contra nomeação de Cláudia Costin

Buscando uma segunda faculdade, Jhoni Medrado, 18 anos, quer conciliar o curso de Direito, que já estuda na FMU (Faculdades Metropolitanas Unidas), com o de Letras. Com uma segunda graduação, espera ter mais qualificações para ser um profissional na área do Direito. O já universitário acredita que irá passar para a segunda fase. "O fato de eu já fazer uma faculdade me deu muita base na área de História, Português e Sociologia."

Em seu primeiro ano como vestibulando, Charlestone Almeida Guimarães, 17 anos, almeja estudar Engenharia Mecânica na USP em 2013. Ele afirmou estar bem preparado, apesar de ciente das dificuldades que o esperavam na prova. "As questões estão exigindo bastante em interpretação, na hora de se relacionar os textos que compõem a pergunta", disse.

Estas e outras preocupações, comuns a tantos candidatos, ainda não pertubam os treineiros, que prestam a Fuvest para ganhar experiência para os próximos anos. Rodrigo Kato, 16 anos, quer estudar Engenharia Química e realiza o exame para sentir o clima. "Só estando aqui e fazendo a prova para saber como é", explicou.

Aula de matemática para os candidatos

Em frente ao prédio da FEA, o professor de Matemática Márcio Antônio Barbosa, que oferece aulas em cursos particulares e em praças públicas, ensinava e tirava dúvidas de estudantes que fariam o exame minutos depois. "Venho aqui para mostrar para os alunos que matemática não é um bicho de sete cabeças e que pode ter fácil assimilação", afirmou, acrescentando que o trabalho dele é "aumentar a autoestima deles antes da prova".

Graciele Medeiros, 17 anos, que presta Odontologia, aprovou. "Ele faz parecer que a matemática não é tão difícil como a gente pensa que é", disse.

Nenhum vestibulando chegou atrasado na prova realizada no prédio da FEA, na Cidade Universitária. Os portões, que foram abertos às 12h30, foram fechados às 13h deste domingo. A prova tem duração de cinco horas. A Fuvest informou que divulgará o gabarito por volta das 19h30.

Mais de 159 mil estudantes se inscreveram para a prova, que este ano vai selecionar 10.982 alunos para a Universidade de São Paulo (USP) e outros 100 para a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Também fazem a prova 21,5 mil treineiros.

    Leia tudo sobre: fuvest 2013fuvestvestibularuspsanta casa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG