Vencedores do DF da Olimpíada de Matemática das escolas públicas recebem prêmios

BRASÍLIA - Os vencedores da 4ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) no Distrito Federal participaram na última quarta-feira da premiação, no Teatro Nacional. O Distrito Federal foi o melhor classificado entre as unidades da federação se comparados o número de alunos inscritos com o de ganhadores de medalhas de ouro. Em 2008, mais de 18 milhões de alunos se inscreveram na olimpíada.

Agência Brasil |

No DF, 14 estudantes entre os 214.140 inscritos ganharam medalhas de ouro (cerca de uma medalha de ouro a cada 15 mil inscritos). O Rio de Janeiro ficou com o 2º lugar com pouco mais de um milhão de inscritos, e 59 medalhas de ouro. O terceiro colocado, Minas Gerais, teve, aproximadamente, 2 milhões de inscrições e 80 medalhas de ouro.

Além das medalhas - foram distribuídas ainda 31 de prata e 32 de bronze - e menções honrosas distribuídas pela OBMEP aos vencedores, o governo do Distrito Federal entregou R$ 1,4 mil ao melhor aluno de cada escola e R$ 2,5 mil para o professor com maior pontuação (maior número de alunos com as primeiras colocações).

O objetivo da Olimpíada é incentivar o ensino de matemática e descobrir talentos entre estudantes das escolas públicas dos anos finais do ensino fundamental (6º, 7º, 8º e 9º anos) e de todo o ensino médio. A gente já percebe o aluno envolvido, preocupado em estudar e o professor também, afirmou Reginaldo Ramos de Abreu, coordenador da OBMED no DF.

O estímulo foi confirmado pelo tenente Córes, professor de matemática no 2º ano do ensino médio do Colégio Militar de Brasília (CMB), onde estudam 13 dos 14 alunos do DF que ganharam medalhas de ouro. [Por causa da olimpíada] Há maior interesse pela disciplina, afirmou. O estudante do 3º ano do CMB e primeiro colocado do ensino médio do DF, Lucas Daniel Gonzaga de Freitas, concordou. A olimpíada já mostra como a área de exatas é interessante.

O Centro de Ensino Médio Asa Norte (antigo Cean) não recebeu medalhas em 2008, apenas menção honrosa, resultado inferior ao da olimpíada de 2007 quando houve medalhistas na escola. Segundo a vice-diretora, Regina de Oliveira Borges ainda falta estímulo para os alunos. Falta motivação, os alunos não acreditam, avaliou.

Os 3 mil alunos premiados com medalhas de ouro, prata e bronze são convidados a participar do Programa de Iniciação Científica Jr. (PIC) da OBMEP.

Em todo o País, 300 alunos receberam medalhas de ouro, 900 receberam medalhas de prata e 1.800 foram agraciados com medalhas de bronze. Além disso, foram concedidos certificados de menção honrosa a 30 mil alunos.

A olimpíada é uma iniciativa dos Ministérios de Ciência e Tecnologia e da Educação, realizada pelo Instituto Nacional de Matemática Pura Aplicada (Impa) e pela Sociedade Brasileira de Matemática. Os secretários de Educação do DF, José Luiz Valente, e de Ciência e Tecnologia, Izalci Lucas, entregaram os prêmios.

Leia mais sobre: Olimpíada de Matemática

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG