USP sobe para o 43º lugar em ranking de universidades

Instituição é a única brasileira entre as 100 melhores do mundo em lista que leva em conta a relevância das instituições online

iG São Paulo |

A Universidade de São Paulo subiu para a 43ª posição no Webometrics Ranking Web of World Universities , divulgado nesta sexta-feira, dia 29. No último levantamento, de janeiro de 2011, a instituição estava em 51º lugar na lista que classifica as universidades segundo a relevância das pesquisas disponíveis online. A USP é também a primeira na América Latina e a única brasileira entre as 100 melhores do mundo.

Veja as 100 melhores no ranking da América Latina
Veja as 100 melhores no ranking mundial (arquivos de imagem; dê um zoom para visualizar)

A classificação indica uma tendência de recuperação da universidade no ranking realizado desde 2004 por uma instituição pública espanhola: após ter conquistado a 38ª posição no segundo semestre de 2009, a USP ficou fora dos 100 melhores lugares em julho de 2010 e amargou a 122ª colocação no Webometrics.

Entre as universidades latino-americanas, o Brasil ocupa sete das 10 melhores posições. Depois da USP, vem a Universidade Nacional Autônoma do México, em 49ª no ranking, seguida da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (150), da Unicamp (158), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (170) e da Universidade Federal de Santa Catarina (206). Em sétimo lugar na região aparece a Universidade do Chile, que no ranking geral está em 247ª. Na sequência aparece a Universidade Estadual Paulista (Unesp), que é 260ª, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), 265ª, e, em décimo, a Universidade de Buenos Aires, na Argentina, na 278ª posição.

As primeiras colocadas no ranking permanecem as mesmas do último levantamento: Massachusetts Institute of Technology (MIT), Universidade de Harvard e Universidade de Stanford, todas dos Estados Unidos.

Ranking de universidades Webometrics

Onde estão as melhores instituições de ensino superior, conforme a relevância na internet

Gerando gráfico...
Webometrics

Relevância na internet
Para chegar ao resultado, o Webometrics leva em consideração a presença dos trabalhos científicos das universidades na internet, não apenas nos meios formais, mas também na comunicação informal. O objetivo original do levantamento era promover a publicação online de trabalhos científicos.

Para medir a repercussão das instituições, o ranking utiliza quatro critérios: visibilidade (número total de links externos únicos recebidos, segundo o buscador Yahoo), tamanho (número de resultados de busca nas ferramentas Google, Yahoo, Live Serch e Exalead), rich files (volume de arquivos de conteúdo acadêmico nos formatos PDF, Adobe PostScript, Microsoft Word e PowerPoint, obtido através do Google, Yahoo Search, Live Search e Exalead) e Scholar (número de publicações e citações para cada domínio acadêmico, obtido no Google Scholar).

São analisadas 15 mil instituições, apenas as com um domínio online único. Cinco mil entram no ranking.

    Leia tudo sobre: USPrankinguniversidades

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG