USP recebe alunos novos nesta segunda-feira

Na Politécnica, estudantes passam por banho de lama, tinta e farinha em trote não-violento e sem bebida alcoólica

Marina Morena Costa, iG São Paulo |

A Universidade de São Paulo (USP) começou a receber seus alunos novos nesta segunda-feira (14). Os aprovados no maior vestibular do Brasil, a Fuvest, devem fazer a matrícula nas faculdades e escolas da USP entre hoje e terça-feira (15).

Na Escola Politécnica, os calouros foram recebidos nesta manhã com o tradicional trote em uma festa organizada pela Atlética, Grêmio e Centros Acadêmicos. Os estudantes eram convidados por veteranos a participar da brincadeira, que incluía banho de tinta, lama, farinha, ovos e leite condensado.

“Vim com uma roupa velha, preparada para receber o trote”, conta Beatriz Castro, de 19 anos, caloura de Engenharia da computação. Enquanto tira um pouco de tinta e leite condensado do cabelo, a estudante explica que ainda não “caiu a ficha” de que passou em uma das faculdades mais concorridas do País.

Flávia Lira, de 17 anos, pede para os veteranos capricharem no trote. “Se eu me matei de estudar, agora quero comemorar, zoar, fazer tudo o que eu tenho direito”, conta a estudante de Engenharia Química.

Quem não quer se sujar pode acompanhar a bagunça do lado de fora da cerca. Mariana Borges, 18 anos, preferiu não se pintar. A estudante foi aprovada em Engenharia Civil na USP e na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e ainda está na dúvida qual instituição escolherá. “Vou voltar hoje mesmo para Campinas, onde moro. Aí não dá para viajar toda suja”, explica.

No trote da Poli há espaço até para os pais. De uma barraca montada ao lado do gramado onde o trote é aplicado, Giuseppa Bindo Verdin observa as duas filhas e fotografa a brincadeira. A mais nova, Yasmin, foi aprovada em Engenharia Mecânica. A mais velha é veterana e cursa Engenharia de Minas. “É uma festa saudável e eles querem participar”, afirma a mãe que veste uma camisa com a frase “Minha filha é Politécnica”.

Maria José Tognella veio acompanhar a filha Aline Neves de Azevedo, de 17 anos, que ingressou em Engenharia Química. “Ela estava ansiosa ontem com o trote, com receio de como seria, mas eles respeitam os alunos. Me parece bem tranquilo”, diz a mãe.

Amana Salles/Fotoarena
Ao fazer a matrícula, estudantes recebem adesivo com o telefone do disque trote da USP
No local do trote, dois pula-pula e tendas foram montadas para a venda de alimentos e bebidas (álcool está vetado no campus). Os organizadores providenciaram banheiros químicos, chuveiros e contrataram oito pessoas para fazer a segurança do local. “A gente passa as férias organizando a festa porque gostamos muito disso. Fizeram com a gente a agora chegou a nossa vez”, relata Francine Arida, 20 anos, membro da Atlética da Poli e aluna do terceiro ano de Engenharia Civil.

O disque trote da USP, telefone para receber denúncias de violência contra calouros, foi disponibilizado nesta segunda-feira. Estudantes que se sentirem intimidados, ameaçados ou agredidos podem entrar em contato com a universidade pelo número 0800 012 10 90.

    Leia tudo sobre: TroteUSPmatrícula

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG