USP decide hoje sobre criação de 120 novas vagas em Engenharia

Conselho Universitário, instância máxima da universidade, vota sugestões da Poli que podem valer já para o próximo vestibular

iG São Paulo |

A Universidade de São Paulo (USP) decide na tarde desta terça-feira sobre a criação de 120 novas vagas em três cursos de Engenharia – Ambiental, de Produção e Física –, no campus de Lorena, interior do Estado. O Conselho Universitário, instância máxima da universidade, irá avaliar também a transferência do curso de Engenharia de Petróleo, que hoje funciona na sede da instituição, no Butantã, para Santos, no litoral paulista.

A criação dos novos cursos, cada um com 40 vagas, e a mudança de Engenharia de Petróleo já haviam sido aprovadas pela Escola Politécnica da USP e pelo Conselho de Graduação. A expectativa é que o Conselho Universitário siga na mesma linha e aprove as propostas.

Com isso, o vestibular da Fuvest para o próximo ano deverá oferecer mais 120 vagas. Em Santos, um prédio do governo do Estado de São Paulo deve abrigar os alunos de Engenharia de Petróleo. O objetivo é atender à demanda por profissionais especializados em petróleo e gás. Também há negociações para transferir para a baixada santista as carreiras de de Logística e Oceanografia.

Fuvest com mais vagas

No começo do ano, a USP já havia aprovado dois novos cursos: Ciências Biomédicas e Saúde Pública , ambos com 40 vagas. As novas carreiras têm alta demanda de mercado. A concorrência por engenharias dobrou nos últimos dois anos.

    Leia tudo sobre: USPvestibular Fuvest 2012engenharianovos cursos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG