Universidade suspende 4 alunos por trote violento em SP

Quatro alunos de Medicina da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC), na região metropolitana de São Paulo, foram suspensos por participarem de um trote violento em fevereiro deste ano. Outros 14 estudantes foram advertidos formalmente.

Agência Estado |

Segundo a UMC, dois alunos estarão suspensos pelo período de 30 dias, o que implicará na perda do período letivo, de acordo com a legislação em vigor, que reprova automaticamente o estudante que possui falta em mais de 25% das aulas da disciplina correspondente. Outros dois serão suspensos por 15 dias, acusados de co-participar do trote.

Alguns calouros da 37ª turma de Medicina da UMC foram agredidos durante um trote ocorrido no fim de fevereiro em um sítio, a 17 quilômetros do câmpus. Eles levaram tapas e cuspidas no rosto e foram obrigados a colocar um fígado podre de boi na cabeça, entre outras agressões.

    Leia tudo sobre: trote violento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG