Universidade de Iowa admite mais estudantes que o esperado

Universidade foi buscar alunos em outros países e acabou superando em mais de 400 a meta de calouros ingressantes para este outono

The New York Times |

Como uma companhia aérea que vende mais assentos do que a aeronave possui, o prazo de admissão prorrogado da Universidade de Iowa abriu espaço para a entrada de milhares de candidatos a mais do que ela poderia acomodar em suas salas de aula neste outono.

The New York Times
Universidade de Iowa, que receberá cerca de 4500 novos alunos neste outono
Ainda que quase todas as universidade ofereçam mais vagas do que têm todos os anos, baseando-se em algoritmos sofisticados que prevêem o número de alunos admitidos que provavelmente irão optar por outras instituições, os funcionários da Universidade de Iowa ficaram surpresos ao descobrir nesta primavera o quão longe estavam de sua previsão matemática. A turma caloura deste outono deve ter 400 alunos a mais do que a do ano passado, um aumento de cerca de 10%, elevando o total a pouco mais de 4.500.

Embora a universidade considere este acidente como algo fortuito – a maioria dos excedentes vêm de fora do Estado de Iowa, inclusive de escolas distantes como as da China e da Índia, cujos diplomados normalmente pagam o triplo da taxa de matrícula dos moradores do Estado – a onda de novos alunos faz com que a instituição tenha que repensar seus cálculos para encontrar acomodação para os estudantes, bem como encaixá-los em alguns dos cursos mais populares.

Antecipando a chegada dos alunos, a universidade tem alugado prédios locais e temporariamente convertido salas antes abertas para convivência em espaços privados, que podem acomodar até oito leitos.

O fato da Universidade de Iowa ter emergido como uma das mais populares instituições públicas do país este ano se deve, em parte, ao seu marketing agressivo em outros Estados e no exterior.

Sua taxa de matrícula para estudantes do Estado – US$23.700 este ano – também a torna mais acessível do que muitas universidades particulares, especialmente aquelas que deixaram de oferecer bolsas de estudos por causa da instabilidade na economia americana.

A Universidade de Minnesota, em Minneapolis, a única instituição presente na lista das 10 maiores do país a oferecer um preço menor do que a de Iowa, também viu um grande aumento no número de inscritos este ano.

No entanto, a Universidade de Minnesota foi mais precisa do que a Universidade de Iowa em predizer o tamanho de sua turma de calouros para este outono e não a superou, embora, em 2006, tenha ultrapassado esta meta em 230 alunos - mais uma prova de que as admissões muitas vezes implicam tanto arte como ciência, especialmente neste clima econômico.

A Universidade de Iowa tinha a intenção de aumentar o tamanho de sua turma de calouros em cerca de 500 alunos - em grande parte como uma maneira de aumentar sua receita - mas o seu plano era fazê-lo em cerca de 100 alunos por ano. No entanto, a instituição atingiu sua projeção de cinco anos no primeiro ano.

Para aumentar a diversidade na universidade, e para compensar os cortes do orçamento do Estado com anuidades, os agentes de admissão da Universidade de Iowa viajaram este ano para a China, Coreia do Sul e Índia em busca de possíveis candidatos.

Nos últimos anos, mais universidades americanas têm atraído estudantes provenientes destes países, que pagam anuidades completas e têm interesse em cursos de administração e engenharia.

Mesmo assim, a Universidade de Iowa não contava que muitos dos estudantes estrangeiros que se candidataram para o curso que terá início no outono (2.200, um aumento de 15% em relação ao ano passado) iriam cursá-lo (quase 430 se matricularam até agora, um aumento de 68% em relação ao ano passado). Quase 350 dos novos alunos são provenientes da China.

Em geral, um em cada 10 alunos da classe de calouros deste ano na Universidade de Iowa vem de fora dos Estados Unidos.

* Por Jacques Steinberg

    Leia tudo sobre: UniversidadeIowaMinessotaingresso

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG