Unesp pune alunos por ofensas contra meninas gordas na web

Segundo universidade, agressão e suposto "rodeio de gordas" não foram confirmados. Dois estudantes foram suspensos por cinco dias

iG São Paulo |

Dois estudantes da Universidade Estadual Paulista (Unesp) foram punidos com suspensão de cinco dias por publicarem na internet conteúdo discriminatório e ofensivo à integridade de alunas participantes dos Jogos InterUnesp, ocorridos entre os dias 9 e 12 de outubro no campus de Araraquara, no interior de São Paulo. A decisão foi tomada por comissão que investigava agressões contra meninas que teriam acontecido durante o evento, apelidadas de “rodeio das gordas”. Para a universidade, a prática que consistia em “agarrar” estudantes obesas e segurá-las enquanto outros participantes cronometravam o tempo, não foi confirmada.

Em nota oficial, a Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Assis – que apurou o caso – informa que “os depoimentos prestados por alunos e alunas envolvidos não permitiram configurar as circunstâncias que diversos veículos de imprensa e websites caracterizaram como sendo o chamado ‘rodeio das gordas’”. O processo, cujos trabalhos se encerraram no dia 9 de dezembro, é independente do inquérito aberto pelo Ministério Público em Araraquara, mas não exclui a possibilidade de novos indiciamentos, dependendo das conclusões da Promotoria. A documentação dos trabalhos da comissão processante, que foram presenciados pela Promotoria de Assis, será encaminhada ao Ministério Público em Araraquara.

Relatos das agressões que teriam ocorrido durante o InterUnesp foram postados em comunidades do site de relacionamento no Orkut. A ONG Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Sexualidades (Neps) também denunciou a prática distribuindo panfletos que reproduziam a comunidade criada para divulgar a competição, na qual os participantes se chamavam de peões e ganhavam pontos quanto mais tempo conseguissem dominar uma menina.

Viviane Suzano Martinhão, participante da ONG que fez a denúncia dentro do campus de Marília, diz que já esperava a decisão. “Eles estavam mesmo mais preocupados com o envolvimento do nome da universidade, que estava sendo associado”, diz.

A Unesp informou nesta quinta-feira (16) que tem impedimento legal para aplicar penalidades referentes a atos praticados fora de suas dependências. No entanto, a comissão processante avaliou que a infração consistiu na divulgação, pela internet, de conteúdo inadequado envolvendo o nome da universidade, o que exige sansão administrativa, mesmo que essa publicação eletrônica tenha ocorrido no dia 14 de outubro, ou seja, dois dias após o encerramento do InterUnesp 2010. Os alunos cumprirão a pena no próximo ano.

    Leia tudo sobre: rodeio-das-gordasunespagressãobullyng

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG