UNE e UBES fazem manifestação hoje em São Paulo

Estudantes protestam contra aumento das passagens e por mais investimentos. Rio e Brasília também terão protestos nesta semana

iG São Paulo |

A União Nacional dos Estudantes (UNE) e a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) preparam para esta terça-feira (22) uma manifestação na avenida Paulista, centro de São Paulo. Os movimentos protestam contra o aumento no preço da passagem de ônibus, pela aprovação do Fundo Estadual do Pré-sal e por mais investimentos na educação. São esperados 3 mil estudantes.

Segundo as entidades estudantis, a concentração começa às 10h no vão livre do Museu de Arte Moderna (Masp), na avenida Paulista, e segue em direção à Assembléia Legislativa, onde tramita a Proposta Emenda Constitucional (PEC) 09/2009, que cria o Fundo Estadual de Desenvolvimento Econômico e Social. O Fundo pretende gerenciar os recursos provenientes do pré-sal para o Estado de São Paulo e destinar parte para Educação, Meio Ambiente e Desenvolvimento de Ciência e Tecnologia.

A manifestação faz parte da jornada nacional de lutas da UNE e da UBES, tradicional série de protestos que acontece anualmente e desta vez traz a defesa dos 10% do Produto Interno Bruto (PIB) e 50% do Fundo Social do pré-sal para a Educação.

Próximas manifestações

As entidades estudantis marcaram manifestações no Rio de Janeiro, na quarta-feira, e em Brasília, na quinta-feira. No Rio, os estudantes vão se concentrar na Candelária, às 10h, e de lá partem para a Câmara Municipal. O objetivo é pressionar o voto dos parlamentares a favor do projeto de lei que estará tramitando no dia e garantirá a meia passagem no transporte público aos alunos do ProUni e beneficiados por programas de cotas e reserva de vagas.

Em Brasília, são esperados 10 mil estudantes na Esplanada dos Ministérios. A concentração será às 10h, em frente à Biblioteca Nacional. A marcha, que terá o reforço de uma bateria de samba, seguirá para o Congresso Nacional. Lá, os estudantes esperam ser recebidos pela presidenta Dilma Rousseff. A audiência já foi solicitada e o objetivo será dialogar com a presidenta a pauta de reivindicações, principalmente, a respeito de dois temas: o veto do ex-presidente Lula ao projeto de lei que destina 50% do Fundo Social do Pré-sal para a educação e os recentes cortes no orçamento que podem atingir o financiamento das universidades.

    Leia tudo sobre: UNEUBESmanifestação estudantil

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG