UnB vai usar Enem para preencher vagas remanescentes

Decisão vale a partir de 2011. Utilização das notas do exame serão feitas com sobra de vagas do vestibular e do PAS

iG Brasília |

A Universidade de Brasília (UnB) decidiu utilizar, pela primeira vez, as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em seus processos seletivos. A decisão foi tomada nesta quinta-feira em reunião do Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão (Cepe) da instituição. A partir de 2011, as vagas que não forem preenchidas após todas as chamadas tradicionalmente feitas pelo Programa de Avaliação Seriada (PAS) e pelo vestibular serão ocupadas por candidatos que apresentarem bons resultados no Enem.

Segundo o Decanato de Ensino de Graduação, cerca de 1% das vagas oferecidas todos os semestres deixam de ser preenchidas pelas chamadas convencionais. A maior parte delas em cursos que exigem provas de habilidades específicas, como música e artes. A opção por uma utilização "cautelosa" dos resultados do Enem é fruto de inúmeras polêmicas e discussões dentro da universidade. Para os conselheiros que participaram das discussões - grupo formado por estudantes e professores - o novo formato da avaliação precisa se consolidar para ser melhor aproveitado pela UnB.

Ao todo, 115 vagas sobraram no primeiro vestibular de 2010 da UnB. O número corresponde a cerca de 3% do total ofertado. Entre os cursos que tiveram vagas ociosas estão Artes Cênicas, Física, Letras e Ciências Naturais. A decana de graduação, Márcia Abrahão, explica que os candidatos do Enem que optarem por cursos com provas de habilidade específica poderão fazer os testes depois do resultado da avaliação escrita, a partir de 2011.

* Com informações da Agência UnB

    Leia tudo sobre: educaçãoenemunb

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG