Iniciativa foi tomada após divulgação de fotos em que calouras aparecem ajoelhadas e lambendo linguiça

Trote violento se repete na UnB
Agência UnB
Trote violento se repete na UnB
A reitoria da Universidade de Brasília (UnB) vai promover uma campanha contra os trotes universitários grosseiros e violentos. Em março, durante a abertura do ano letivo, a UnB distribuirá cartilhas aos estudantes e promoverá palestras para incentivar o trote solidário. A instituição quer acabar com recepções nas quais os alunos veteranos ridicularizam e subjugam os calouros. 

A iniciativa foi tomada depois da divulgação de fotos do trote aplicado, no último dia 11, por veteranos da Faculdade de Agronomia e Veterinária em um grupo de alunas calouras . Nas imagens, as jovens aparecem ajoelhadas e lambendo linguiça. Foi um ato de discriminação contra a mulher, afirmou, em nota, o reitor da UnB, José Geraldo de Sousa Júnior. 

O Diretório Central dos Estudantes (DCE) da UnB também vai participar da campanha. “Vamos incentivar principalmente o trote solidário, que arrecada doações para os necessitados. Essa é uma forma de integrar os alunos e ajudar o próximo”, disse a coordenadora-geral do DCE, Mel Bleil.

A Secretaria de Políticas para as Mulheres encaminhou ao Ministério Público Federal e à reitoria da universidade um pedido de esclarecimentos sobre o episódio em que calouras.

# Com informações da Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.