UnB inaugura memorial para Darcy Ribeiro nesta segunda-feira

Apelidado de beijódromo, espaço terá cineclube, anfiteatro e biblioteca. Todo o acervo da fundação do antropólogo ficará lá

Priscilla Borges, iG Brasília |

Um memorial ao seu idealizador, Darcy Ribeiro, será inaugurado nesta segunda-feira na Universidade de Brasília (UnB). Apelidado pelo próprio antropólogo que criou a instituição, em 1962, de beijódromo, o espaço contará com salas de aulas, biblioteca, salas de exposições, auditório com 200 lugares, cineclube. O acervo Darcy e Berta Ribeiro, com 30 mil volumes, ficará à disposição de alunos, professores e interessados.

Ainda na década de 1990, Darcy decidiu que as imagens que registrou, as anotações guardadas durante anos de pesquisa, o material reunido, os filmes, as gravações em trabalhos de campo e os livros tão queridos por ele deveriam ficar na universidade que fundou. Pediu ao arquiteto João Filgueiras Lima, o Lelé, que desenhasse o ambiente em que ele imaginava colocar seu material à disposição das pessoas.

“Para ele, o espaço de acolhimento de sua obra deveria ser um lugar de vivência, porque ele via o conhecimento com uma relação de afeto”, destaca o reitor da UnB, José Geraldo de Sousa Junior. Em cartas trocadas com o arquiteto parceiro de Oscar Niemeyer, Darcy afirma que seu memorial “será um disco voador enorme, pousado no pedaço mais bonito do campus da UnB.”

A construção levou seis meses para ficar pronta. Apesar do acordo estabelecido com a UnB desde 1996 para a construção do espaço, só agora o projeto saiu do papel. Segundo o reitor, a obra que recupera a “utopia simbólica” da universidade só recebeu financiamento agora. O Ministério da Cultura e a Fundação Darcy Ribeiro investiram R$ 8 milhões nas obras. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve comparecer ao evento de lançamento, marcado para as 15h.

O beijódromo ficará situado entre o prédio principal da UnB, o Instituto Central de Ciências (mais conhecido como Minhocão), e a Reitoria. Por enquanto, não será aberto para uso da comunidade acadêmica e brasiliense. Depois da inauguração oficial é que um comitê gestor do espaço vai definir os critérios para utilização dos espaços públicos e as regras de acesso ao acervo de Darcy.

    Leia tudo sobre: educaçãouniversidadeUnBDarcy Ribeiro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG