Uma mulher pão-dura?!

Não é raro você ouvir alguém chamar uma mulher de PÃO-DURA. Afinal, uma mulher é PÃO-DURO ou PÃO-DURA?

Reinaldo Pimenta |

No início do século XX, perambulava pelas ruas do Rio de Janeiro um mendigo que tinha o apelido de Pão Duro, porque, ao exercer seu ofício de pedir, implorava sempre por, pelo menos, um pedaço de pão duro. Quando o mendigo morreu, descobriu-se, no seu esconderijo, que ele havia acumulado um apreciável patrimônio: contas em bancos, imóveis nos subúrbios... Daí veio o termo PÃO-DURO para qualificar uma pessoa sovina.

Seguindo cegamente (e põe cegamente nisso) o princípio da concordância, muita gente chama uma mulher de PÃO-DURA , como se dura fosse a mulher e não o pão. PÃO-DURO serve aos dois sexos: homem PÃO-DURO , mulher PÃO-DURO . E, antes que alguém se aventure, o feminino broa-dura é uma péssima ideia.

Leia mais sobre: Português Urgente

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG