Transformador queimado deixa alunos da UnB sem aulas

Atividades devem voltar ao normal no Instituto Central de Ciências na quarta-feira, com o reestabelecimento da energia

Agência Brasil |

Estudantes do Instituto Central de Ciências (ICC) da Universidade de Brasília (UnB) devem ficar às escuras até quarta-feira (28), quando o abastecimento de energia deverá ser normalizado, com o conserto de um dos transformadores da instituição. No total, a UnB tem 38 mil estudantes entre graduandos e pós-graduandos em quatro câmpus da universidade. Mas apenas os que assistem às aulas no ICC, na Asa Norte, do Plano Piloto de Brasília, foram prejudicados.

Leia também : Estudantes da UnB reclamam de insegurança no câmpus
Presos pela Polícia Federal planejavam atentado contra alunos da UnB

A assessoria de imprensa da UnB informou que dois dos três transformadores que abastecem a universidade ficaram inoperantes desde a tarde de segunda-feira (26). Um deles queimou e o outro teve de ser desligado por superaquecimento. Por precaução, as aulas foram suspensas para impedir que aparelhos de ar-condicionado e computadores fossem danificados.

As aulas foram suspensas nos departamentos de Comunicação, História e Engenharia. Os departamentos de Física e Computação também sofreram transtornos. Ainda não há informações sobre os prejuízos causados a pesquisas.

O transformador, de acordo com a assessoria de imprensa, foi levado para uma empresa, em Goiânia, esta madrugada e deverá ter o conserto finalizado até amanhã. A expectativa é normalizar o abastecimento em toda a UnB até o final da manhã de quarta-feira.

    Leia tudo sobre: UnBsegurança no câmpus

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG