Total de alunos cai na rede pública e cresce na particular

Em instituições particulares número de matrículas cresceu 250 mil de 2009 para 2010 e bateu recorde da série histórica

Cinthia Rodrigues, iG São Paulo |

Pelo segundo ano consecutivo, o Censo Escolar mostrou uma queda no total de alunos matriculados na Educação Básica. De 52,6 milhões em 2009, o Brasil passou para 51,5 milhões em 2010. No sentido oposto, o sistema privado recebe número cada vez maior de matrículas.

Considerando apenas a rede pública, a queda foi de 2,8% com 1,3 milhões a menos de estudantes. A rede particular, pelo contrário, teve um incremento de 3,4% ou 251 mil alunos a mais neste ano do no anterior.

Na série histórica de 9 anos de Censo Escolar, a diferença é maior. A rede pública recebe 10,3% menos alunos desde 2002 em uma queda quase contínua. Enquanto isso, a particular, apesar dos altos e baixos que teve neste período, cresceu 5,2% e bate o recorde de matriculados.

Evolução da rede pública

Gerando gráfico...

.

Evolução da rede particular

Gerando gráfico...

O exemplo de  Maria Cecília de Souza Simplício, de 12 anos, ajuda a entender os motivos. Depois de estudar até o 6º ano na escola pública do bairro, em Caieiras, cidade da Grande São Paulo, ela foi transferida para uma instituição particular em 2010. "Não queria ir porque todos os meus amigos estudavam aqui perto de casa, mas se é melhor para mim, tenho que aceitar", diz.

A mãe dela, a dona-de-casa, Maria Neuza de Souza, de 50 anos, conta que dois motivos a levaram a tomar a decisão: a diferença de qualidade e a possibilidade de poder pagar. "A gente mexeu no orçamento e fez uma reserva para ela ter boas chances na vida", diz. "Na escola pública, ninguém mais tem autoridade, os alunos podem fazer o que quiser sem punição e fica difícil para quem quer aprender."

Ela paga R$ 400 na mensalidade e tem outros gastos adicionais com perua escolar, livros e materiais que recebia de graça. "Fácil não é, mas quando a gente quer dar o melhor para os filhos", diz. A irmã mais velha concluiu todo o ensino fundamental em instituição pública. "Na época a gente acho que estava razoável", lembra Maria Neuza.

Participação maior

Com os novo números, a participação da rede privada de ensino chega a 14,7% em 2010 contra 13,9% em 2009. O sistema que lucra com um bem que deveria ser garantido pelo estado tem participação maior em creches, 34,4%.

Entre as redes públicas, tiveram redução de alunos os sistemas estadual e municipal. O federal teve aumento, mas ainda representa apenas 0,5% do total.

    Leia tudo sobre: censo escolarmatrículasalunosrede públicaparticular

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG