Tensão e alívio marcam último dia da segunda fase da Fuvest

Vestibular que seleciona alunos para a USP e o curso de Medicina da Santa Casa chega ao fim nesta terça-feira

Guilherme Pichonelli, especial para o iG |

Os candidatos que chegam para realizar a última prova da segunda fase da Fuvest estão divididos entre o nervosismo e o alívio de terminar o vestibular. Nesta terça-feira, cerca de 35 mil estudantes respondem a provas dissertativas sobre disciplinas relacionadas à área que escolheram - são 12 questões de duas ou três disciplinas, a depender da carreira escolhida. O iG, em parceria com o Cursinho da Poli, corrige a prova a partir das 18h .

Joseph Gaillardetz Neto, de 18 anos, foi um dos primeiros a chegar à Faculdade de Educação da USP, no campus no Butantã, onde fará a prova. Para o estudante, o dia de hoje significa “tirar o peso das costas de fazer um vestibular difícil” e finalmente entrar em férias. “Também tem a pressão de ser um dia decisivo e pensar que é agora ou nunca”, afirma o candidato a uma vaga em Direito na USP.

Nervosa por ter ido mal em física e matemática na prova da segunda-feira, Laura Lugo, de 17 anos, aguarda o começo da última prova da Fuvest e torce para conseguir uma vaga em Fisioterapia. “Hoje é o dia que estou mais tensa”, revela. Vivian Sthmidt, também de 17 anos, tenta uma vaga em Letras e também está preocupada com a prova. “Estou muito tensa, mas ao mesmo tempo tenho que confiar nos meus estudos.”

Diego Campos, 17 anos, encara a última prova com tranquilidade. “O último dia é mais tranquilo, porque você já domina a prova, já sabe pelos dias anteriores como é a metodologia da Fuvest”, diz o estudante que quer ingressar no curso de Farmácia.

Caos em São Paulo

A forte chuva que atingiu o Estado de São Paulo entre a madrugada de segunda-feira e a manhã desta terça deixou 13 mortos e a capital paulista com diversos pontos de alagamentos . Apesar do caos no trânsito, a Fuvest não alterou o horário do fechamento dos portões, às 13h.

A assessoria de imprensa da Fuvest afirma que o horário tem que ser cumprido em todas as cidades do País onde a prova é aplicada. Segundo a Fundação, às 7h desta terça-feira fiscais foram enviados aos locais de prova da capital e verificaram que todos estavam acessíveis.

    Leia tudo sobre: Fuvest 2011vestibularsegunda fase

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG