"Só não estuda quem não quer", diz Dilma

Em programa oficial de rádio, presidenta deu os números de inscritos em Financiamento Estudantil e disse que espera mais

iG São Paulo |

Ao comentar as novas regras para financiamento estudantil , a presidenta Dilma Rousseff informou nesta segunda-feira que 34 mil alunos já contrataram o serviço desde 31 de janeiro, quando começaram as inscrições. Há ainda 29 mil processos em análise. “Só não estuda quem não quer”, disse, em seu programa semanal de rádio Café com a Presidenta.

Os números, entretanto, foram avaliados por Dilma como baixos, uma vez que o objetivo do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) é promover a inclusão de milhões de jovens que não têm renda suficiente para pagar a faculdade.

A presidenta lembrou que os juros cobrados atualmente pelo financiamento estudantil são baixos (3,4%) e que o prazo para início do pagamento foi estendido para um ano e meio após a formatura. O montante pode ser pago em um período que represente três vezes a duração do curso mais 12 meses: por exemplo, quem fez um curso de 4 anos pode pagar em 13 anos.

De acordo com as novas regras, não há mais um período limitado para pedir o financiamento estudantil. As inscrições para o Fies podem ser feitas a qualquer momento, de acordo com a necessidade do aluno. (com informações da Agência Brasil)

    Leia tudo sobre: Fiesdilmacafé com presidentaquem não quer

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG