Sinopse de imprensa - Universidades reprovadas não são fiscalizadas desde 95

Universidades reprovadas pelo Ministério da Educação estão ao menos há 13 anos sem passar pela fiscalização que o próprio governo deveria fazer nas instituições -processo chamado de recredenciamento. Em uma das escolas, a última análise foi feita em 1975. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Redação |

Acordo Ortográfico Segundo a publicação, com a Lei de Diretrizes e Bases o governo, desde 1996, deveria analisar periodicamente indicadores como qualidade do corpo docente da instituição e projeto pedagógico, entre outros pontos. As que não conseguissem o recredenciamento não poderiam abrir turmas.

Ainda de acordo com o jornal, uma norma posterior à lei fixou em cinco anos o prazo para obter o recredenciamento. Levantamento feito pela "Folha", porém, aponta que das nove instituições reprovadas pelo MEC (conceitos 1 e 2 no Índice Geral de Cursos), em seis a autorização é anterior a 1996.

Leia mais sobre: Universidades

    Leia tudo sobre: mecuniversidade

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG