Reitor gaúcho assume fiscalização do ProUni

Novo presidente da comissão de acompanhamento do programa quer que o órgão tenha papel mais importante na concessão de bolsas

iG Brasília |

O novo presidente da Comissão Nacional de Acompanhamento e Controle Social do ProUni (Conap) foi eleito nesta terça-feira. Pelos próximos dois anos, o reitor da Universidade Católica de Pelotas (RS), Alencar Mello Proença, promete fiscalizar com empenho o programa de distribuição de bolsas a estudantes de baixa renda. A comissão foi criada em 2006.

“É importante dar continuidade ao trabalho realizado na Conap, que precisa ser respeitado e, na medida do possível, ampliado”, afirmou Alencar. Ela defende que a comissão ocupe um novo papel no ProUni, se tornando a ligação entre MEC, bolsistas atuais e alunos de ensino médio da rede pública, possíveis beneficários no futuro.

Para Alencar, a Conap não possui relevância na definição de políticas e não tem presença importante na sua base social. “Não podemos ficar no meio do caminho. Hoje não temos um processo de interlocução com os bolsistas e nem ocupamos um papel importante no ProUni”, enfatizou.

A Conap passará a participar do processo de análise de possíveis irregularidades entre os bolsistas. Cruzamento de dados realizado no ano passado pelo MEC informou às universidades indícios de irregularidades em 5 mil registros de bolsistas. No final do processo de investigação, a cargo das universidades, foram encerradas 1.766 bolsas.

Outra proposta da nova gestão é aumentar o número de seminários regionais nas instituições de ensino para aprimorar o processo de fiscalização do programa. Atualmente existem 4,1 mil comissões da Conap nos campi. A meta inicial era de criar 1,5 mil comissões regionais.

* Com informações do Ministério da Educação

    Leia tudo sobre: educaçãoprounifiscalizaçãoconap

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG